O Portal da Arte Brasileira

Espetáculo “Urutu” estreia no CCBB Rio

0 22

Espetáculo que busca pensar a identidade do novo circo contemporâneo brasileiro a partir de uma linguagem transdisciplinar e sensorial entre a cultura popular e urbana, as artes visuais, as experiências sonoras e uma estética carnavalizada, “Urutu” estreia dia 23 de março, em picadeiro de aço montado na área externa do CCBB Rio.

Para comemorar as efemérides do centenário da Semana de Arte Moderna e o bicentenário da Independência do Brasil, o Banco do Brasil, com apoio institucional da FUNARTE, se une a Escola Nacional de Circo, ao diretor Renato Rocha e a Ciranda de 3 Trupe Produções, criando uma vitrine para o circo brasileiro nas relações internacionais, colocando assim, o Brasil no mapa do cenário circense mundial. O projeto é patrocinado pelo Banco do Brasil.

Em um palco-picadeiro com estrutura de aço, criado e montado na área externa do CCBB Rio, 35 artistas formados na Escola Nacional de Circo, pessoas de diversos países da América Latina, entre Venezuela, Equador, Argentina, Chile, Colômbia, e das 5 regiões do Brasil, do Amazonas, Pará, Tocantins, Bahia, Pernambuco, Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, alguns deles com antepassados pertencentes a povos originários, emprestam alma e corpos latino-americanos para encenarem o espetáculo “Urutu”, que estreia na noite de 23 de março e segue em cartaz até 3 de abril, com apresentações de quarta a domingo, às 19h. As senhas serão distribuídas 1 hora antes, na bilheteria do CCBB.

Post Patrocinado

Na cultura dos povos originários (indígenas), o nome “Urutu” diz respeito a cobra-grande, que é símbolo da deglutição e da gestação de algo novo. E é nesse sentido, digamos: antropofágico, que “Urutu” está sendo concebido como um espetáculo de alto nível técnico e de extremo impacto físico e visual, que mistura as artes visuais, a dança, a música, o teatro, a cultura popular e o próprio circo, para criar uma experiência estética que una o carisma, o vigor e o risco do circo clássico com a pesquisa, inovação, visceralidade e a beleza estética e sensorial do circo contemporâneo. Uma obra de dramaturgia aberta, que só se completa no corpo e na imaginação dos espectadores, convidando-os para um universo de sensações, onde eles próprios possam criar associações a partir de suas vivências e experiências pessoais.

Um trabalho diferenciado, sofisticado e de grande alcance popular, que possa restabelecer o debate sobre a identidade do novo circo contemporâneo brasileiro, a cena circense atual, o mercado nacional, e o investimento para esta linguagem de tão grande alcance junto ao público e sua internacionalização, visto a precariedade do segmento no cenário brasileiro atual.

Projeto do palco-picadeiro de aço que será montado no estacionamento do CCBB Rio.

Foto: Renato Mangolin.

Ficha Técnica

Dramaturgia e Direção Artística: Renato Rocha. Diretor Assistente: Orlando Caldeira. Coreografias e Direção de Movimento: Romulo Vlad. Direção Musical: Daniel Castanheira. Trilha sonora original: Abel Duarte, Daniel Castanheira, Fernando Del Papa. Cenografia: Cachalote Mattos. Figurinos: Isaac Neves. Desenho de Luz: Renato Machado. Elenco: Alex D, Aline Fortunato, Andru, Caroline Meurer, Digão, Eduardo Estrada, Elias Oliveira, Ezequiel Freitas, Felipe Cerqueira, Francine Rosa, Gui Oliveira, Ingrid Bogotá, Isabella Steffen, Jajá, Jessica Oscar, Juan Pizarro, JC Barbosa, Juliana Fernandes, Leonora Cardani, Mística, Maga Martinez, Matheus Gabriel, Murillo Atalaia, Nat Az, Paolla Ollitsak, Patrick, Pedro Freitas, Pedro Vinicius, Rafaela Duarte, Rick Almodi, Sinead Daniela Rojas, Thaís Ventorini, Victor Versuth, Vini Reis.

Serviço

Local: Centro Cultural Banco do Brasil – Rua Primeiro de Março, 66 – Centro – Rio de Janeiro.

Temporada: 23/3 a 3/4. Quarta a domingo, 19h.

Classificação: Livre.

Ingressos: Grátis. Retirar 1h antes.

Informações: (21) 3808-2020.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AVISO!

Em virtude da pandemia de Covid-19, alguns eventos foram cancelados ou sofreram alterações. Centros Culturais ou espaços de exposição também fecharam.

Consulte sempre antes de se direcionar a um evento presencial.

X