O Portal da Arte Brasileira

Espetáculo “Nave mãe” fica disponível on-line até 29 de abril

0 11

Dirigido por Joelson Gusson e Alan Pellegrino, o espetáculo “Nave mãe” estreia de forma remota e gratuita, pelo canal da companhia Dragão Voador no YouTube e fica disponível até 29 de abril. O Brasil fez uso da mão de obra escrava ao longo de três séculos. Foram, portanto, 30 décadas ou 300 anos de escravidão. A escravidão foi oficialmente abolida no país em 1888, mas algumas células desse sistema ainda eram vistas nos anos seguintes. Um século após esse fim, entre os anos 1980 e 2000, na cidade de São Paulo, a mais rica do país, o trabalho análogo à escravidão perpetua-se nos fundos de quintais, em empresas clandestinas. Essas empresas ganharam os nomes de facções – o mesmo dado a grupos criminosos. É numa dessas facções que vamos encontrar Guará, jovem que troca sua cidade natal pela ilusão de um trabalho bem remunerado e de uma vida mais digna.

Guará trabalha numa confecção de calças jeans na Cidade das Formigas, onde é ambientada boa parte da trama de “Nave mãe”, segundo solo de Alan Pellegrino, também autor do texto, fruto de sua segunda incursão pela dramaturgia. Depois de dar vida no teatro ao lendário “Volta Seca”, remanescente do bando de Lampião, ele mira agora em temas sociais como o do trabalho escravo.

O ator e dramaturgo é novamente dirigido por Joelson Gusson, com quem criou a companhia Dragão Voador, repetindo, assim, a parceria de espetáculos como “Hotel Brasil” (2017) e o supracitado “Volta Seca” (2018). A trama é ambientada nos dias de hoje, com referências ao novo corona vírus e à pandemia, o que não impede a narrativa de ir e voltar no tempo. Em uma dessas voltas, somos levados ao ano de 1996, quando um grupo de mães passa a marcar presença na Praça da Sé, Centro de São Paulo. Em comum, a busca pelos filhos desaparecidos. Esse grupo ficou conhecido como Mães da Sé numa referência às Mães de Maio (Madres de laPlaza de Mayo), unidas por encontrar os corpos dos filhos, vítimas do regime militar na Argentina. Em paralelo à trajetória de Guará, acompanhamos a busca de sua mãe por seu paradeiro.

Post Patrocinado

 “Nave mãe” é também uma canção de Vital Farias, lançada no LP “Taperoá”, de 1980. A canção também mistura-se à narrativa do espetáculo. E traduz o vínculo do ator com sua mãe, de quem foi afastado na mesma década em razão de ela ir trabalhar no exterior.

Foto: Carol Nunes.

 Ficha técnica

Idealização, dramaturgia e performance: Alan Pellegrino. Direção: Joelson Gusson e Alan Pellegrino.

Serviço

Disponível on-line.

Data: Até 29/4.  

Classificação: 12 anos.

YouTube: Canal Dragão Voador.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X