O Portal da Arte Brasileira

Espetáculo “Constância” estreia versão on-line em 25 de março

0 82

Perseverança e luta pela sobrevivência marcam a passagem do negro nos sertões do Brasil e tal é a história da formação de muitas famílias no país. Partindo desta base, o espetáculo “Constância”, que estreia sua versão online em 25 de março, com quatro apresentações gratuitas, no YouTube, é fruto da reconstrução das memórias e da pesquisa das atrizes Joana Marinho e Claudia Ribeiro no APA – Ateliê de Pesquisa do Ator, no SESC Paraty. Com orientação cênica de Stephane Brodt, do Amok Teatro, o espetáculo tem dramaturgia e direção de Joana.

Os diretores Stephane Brodt (Amok Teatro) e Carlos Simioni (LUME Teatro) coordenaram o APA – Ateliê de Pesquisa do Ator entre 2014 e 2019. Foi neste espaço, voltado para a pesquisa e desenvolvimento de técnicas das artes cênicas, que Joana e Claudia se conheceram e se debruçaram sobre suas memórias e a história de luta de seus antepassados para criar “Constância”. A peça estreou em 2019, em Paraty, e agora terá uma nova temporada em versão online, incorporando recursos próprios do audiovisual à montagem.

O palco escolhido para a realização da versão online de “Constância” é o mesmo onde se deu todo o processo de criação do espetáculo: o Instituto Silo Cultural, em Paraty – espaço que foi casa do APA até 2019. Criado em 2001 pelos artistas Luís Perequê e Vanda Mota, o instituto se localiza em um galpão de madeira originalmente construído há mais de setenta anos em uma fazenda mineira para estocar produtos agrícolas – daí o nome de Silo –, sendo remontado em Paraty para abrigar iniciativas culturais. 

Post Patrocinado

“Constância” utiliza a representação do boi e a persistência desse animal no imaginário nordestino, para falar do homem do sertão e de sua precária sobrevivência.A fuga do boi é retratada com suas proezas para escapar dos vaqueiros. O boi, que aqui representa o negro que foge e resgata sua liberdade, é forte, astuto e conhece o sertão, mas a natureza é imprevisível.

Para construir a dramaturgia, Joana se inspirou em diversas obras da literatura e do cinema, além de cantigas antigas e vissungos – canto entoado pelos escravos durante o trabalho, alguns deles conhecidos pela voz da cantora Clementina de Jesus. Entre algumas obras percorridas estão o livro “Quarto de despejo”, de Carolina Maria de Jesus; o poema “Miradas sertanejas“, de Daniel Fagundes; e os documentários “Carro de bois“, direção de Humberto Mauro e “Aboio, a poesia do vaqueiro“, de Tárcio Araujo.

Além da exibição do espetáculo “Constância”, outras ações paralelas online, também gratuitas, relacionadas ao projeto estão previstas. Uma delas é a apresentação do curta documental“Guardados de Constância”, uma compilação das memórias do processo de montagem, abordando também as novas exigências do fazer artístico teatral em tempos de pandemia, por meio de depoimentos e registros videográficos da equipe – que, na maior parte do tempo, se encontrou virtualmente.

Além disso, a preparadora vocal da peça Aurora Dias vai ministrar a oficina online “Descubra sua voz” – um encontro destinado a todos aqueles que têm o desejo de descobrir sua própria voz através do canto. A aula é coletiva, desenvolvendo a habilidade e o prazer de cantar em público. Serão abordadas técnicas de canto popular e de teatro musical, adaptadas às necessidades de cada aluno.

Finalmente, “Uma prosa com Constância” é um espaço para conversas virtuais e trocas de experiências entre os artistas do espetáculo e o público. O primeiro encontro será com a equipe de “poesia visual” – responsável pela pesquisa e criação da cenografia, figurino, identidade visual e iluminação da peça – e as soluções encontradas no processo de criação. O segundo bate-papo será com a equipe de produção. Serão abordados os desafios e as soluções encontradas pelas equipes da DaLua Produção e da Eró Criação e Produção para a realização da peça, durante um processo predominantemente remoto, com protocolos de segurança e executado com recursos da Lei Aldir Blanc.

Confira a programação:

Exibição Curta documental “Guardados de Constância”. Data: 19/3/21. Sexta, 20h.

Oficina “Descubra Sua Voz”. Data: 12/3/21. Sexta, 17h às 19h.

Bate-papo “Uma Prosa com Constância”. Data: 10 e 17/3/21. Quarta, 20h.

Foto: Luiz Saad.

Ficha Técnica

Direção e dramaturgia: Joana Marinho. Orientação Cênica: Stephane Brodt. Atrizes pesquisadoras: Claudia Ribeiro e Joana Marinho.

Serviço

Plataforma Sympla.

Datas: 25 a 28/3/21. Quinta a domingo, 20h.

Classificação: 12 anos.

Ingressos: Grátis.

YouTube: CanalEró Criação e Produção.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AVISO!

Em virtude da pandemia de Covid-19, alguns eventos foram cancelados ou sofreram alterações. Centros Culturais ou espaços de exposição também fecharam.

Consulte sempre antes de se direcionar a um evento presencial.

X