O espetáculo “A Um Passo da Aurora” faz curta temporada na Oficina Cultural Oswald de Andrade entre os dias 2 e 12 de outubro. Na montagem, as intérpretes-criadoras Mariana Muniz e Regina Vaz mergulha na poética do músico, maestro e múltiplo artista Guilherme Vaz (1948-2018).

Depois de uma bem-sucedida imersão no universo dos Fados, com “Fados e outros Afins”, último trabalho da companhia, a Cia. Mariana Muniz de Teatro e Dança dá continuidade ao processo de investigação das relações entre pensamento, corpo e gestos, em dança-teatro.

Mariana Muniz, que assina a direção do trabalho, e Regina Vaz – irmã do artista Guilherme Vaz, e responsável pela dramaturgia de “A Um Passo da Aurora”-, se reencontram, em cena, depois de terem trabalhado juntas, no Grupo Coringa (1977-1985), durante dez anos, sob a direção da coreógrafa Graciela Figueroa. “Com esse trabalho damos continuidade às nossas pesquisas e criações em dança contemporânea, e prestamos uma justa homenagem ao múltiplo artista Guilherme Vaz”, afirma Mariana Muniz.

Serviço

Local: Oficina Cultural Oswald de Andrade – Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro – São Paulo.

Temporada: 2 a 12/10. Quartas, quintas e sextas-feiras, 20h. Sábados e feriados, 18h.

Ingressos: Grátis.

Compartilhe!