Faltam poucos dias para a abertura da 33ª Bienal de São Paulo, mostra que esse ano tem como título Afinidades Afetivas, sugerindo uma mudança na forma como os trabalhos serão apresentados ao público assim como o papel da curadoria na seleção das obras e artistas.

Gabriel Pérez-Barreiro foi selecionado pela Fundação Bienal com a proposta de distribuir o poder de decisão dando prioridade às influências entre processos e artistas.

Entre os selecionados por ele para compor a curadoria coletiva estão: Wura-Natasha Ogunji​, Claudia Fontes, Mamma Andersson, Sofia Borges, Waltercio Caldas, Antonio Ballester Moreno e Alejandro Cesarco.

Além da programação especial para a abertura da exposição, que acontece entre os dias 7 e 9 de setembro, você pode conferir aqui a entrevista que fizemos com Antonio Ballester Moreno, curador e artista espanhol que integra, pela primeira vez, a mostra.

//tal isaac hadad • recital para um massagista

Récital for masseur utiliza a voz e canto como mecanismo de conexão através de exercícios de terapia corporal.

7 set • 10h – 13h e 14h – 19h
8 set • 10h – 13h
9 set • 17h – 18h

(Crédito: Reprodução/wura-natasha ogunji & nicole vlado • dias de ser livre)

Referência aos Dias Selvagens, de Wong Kar-wai, Dias de ser livre é uma coreografia de liberdade e lazer, apresentada por 20 mulheres e que conta com a participação do público.

7 set • 15h – 17h

 

//thomas dupal • the word for snake (but better)

Performance solo do artista combina palavra falada e o movimento coreográfico, como parte da programação da exposição A infinita história das coisas e o fim da tragédia do um, de Sofia Borges.

7 set • 18h – 18h20
8 set • 18h – 18h20
9 set • 15h – 15h20

(Crédito: Reprodução/des/re/organizações afetivas)

//des/re/organizações afetivas

O programa Des/re/organizações afetivas parte das investigações curatoriais para trazer encontros com instituições, grupos e iniciativas que efetuaram mudanças significativas em seus sistemas originais. O primeiro encontro reúne o curador Gabriel Pérez-Barreiro e o pesquisador Thiago Gil, em discussão sobre as mudanças curatoriais realizadas na 33ª edição da Bienal.

8 set • 15h – 17h

 

//thomas dupal • longe das palavras

Um grupo de performers dança no espaço expositivo em busca de estados de pura presença: longe das imagens, longe das palavras.

8 set • 20h – 22h

  • Fundação Bienal – Parque Ibirapuera, Portão 3 – Moema, São Paulo
    + Ver mapa
  • 07/09/2018 a 09/12/2018
  • Ter, qua, sex, dom e feriados: 9h – 19h // qui, sáb: 9h – 22h
  • Gratuito

 

Compartilhe!