O Portal da Arte Brasileira

“Copacabana Palace – O Musical” estreia em 18 de dezembro no Teatro Copacabana Palace

0 20

O musical, idealizado por Gustavo Wabner, reinaugura o histórico Teatro Copacabana Palace, fechado desde 1994. Com texto de Ana Velloso e Vera Novello e direção de Gustavo Wabner e Sergio Módena, a peça conta a história do hotel desde a sua idealização, passando por momentos marcantes que se confundem com a própria história do Rio de Janeiro.

De forma não cronológica, a narrativa parte de um olhar feminino: as memórias de Mariazinha Guinle, mulher de Otavio Guinle, responsável pela idealização e construção do hotel. Suely Franco, Vannessa Gerbelli e Claudio Lins estão à frente de um elenco de 20 artistas, entre atores, bailarinos e músicos.

Quis o destino que a reinauguração de uma das salas de espetáculo mais emblemáticas do Rio de Janeiro, o Teatro Copacabana, fosse brindada com um musical que conta justamente a história do “Copa”, como carinhosamente é chamado o Hotel Copacabana Palace, responsável por povoar toda uma região no início do século 20 e ser palco de encontros e acontecimentos que marcaram para sempre a história da cidade. A idealização do projeto é de Gustavo Wabner, também diretor do espetáculo em parceria com Sergio Módena. O texto é de Ana Velloso e Vera Novello.

Post Patrocinado

Da construção do suntuoso prédio à beira mar, na então quase deserta praia de Copacabana, ao status de mais importante hotel do país, a história do “Copa”, apresentada em “Copacabana Palace – o musical”, convida o público a um passeio por quase um século da nossa cultura e sociedade. Em aproximadamente duas horas de espetáculo, revisitaremos episódios envolvendo estrelas do cinema e da música nacionais e internacionais como Orson Welles, Santos Dumont, Marlene Dietrich, Edit Piaf, Einstein, Carmen Miranda, Frank Sinatra, reis e rainhas, governantes, empresários, mulheres e homens que fizeram história e povoam o imaginário mundial há décadas.

A narrativa parte de um olhar feminino: Suely Franco (no 90º espetáculo de sua carreira) e Vannessa Gerbelli dão vida a Maria Isabel Guinle, ou Mariazinha, mulher do poderoso e visionário Otavio Guinle, empresário responsável pela idealização e construção do Hotel Copacabana Palace, quando ninguém acreditava ser possível desbravar aquele areal desabitado e fora de mão que era a então Copacabana.

Mariazinha viveu no hotel durante 40 anos. Assumiu a administração do Copacabana Palace após a morte do marido em 68. A falta de recursos para a manutenção do hotel e o risco de vê-lo se transformar numa ‘ruína arqueológica’ acabaram sensibilizando aqueles que inicialmente eram contrários à venda, mas que reconheceram a importância do Copacabana Palace como um monumento da cidade e do país.

Foto: Renato Mangolin.

Ficha Técnica

Texto: Ana Velloso e Vera Novello. Direção e Idealização: Gustavo Wabner e Sergio Módena. Direção Musical: Heberth Souza. Coreografia e Direção de Movimento: Roberta Fernandes. Cenografia: Natália Lana. Figurinos: Karen Brusttolin. Iluminação: Paulo Cesar Medeiros. Elenco: Suely Franco, Vannessa Gerbelli, Claudio Lins, Saulo Rodrigues, Ariane Souza, Erika Riba, Julia Gorman, Ana Velloso, Luiz Nicolau, Daniel Carneiro, Chris Penna, Guilherme Logullo, Natacha Travassos e Patricia Athayde. Músicos: Heberth Souza, Evelyne Garcia, André Dantas, Diogo Sili, Marcio Romano, Tassio Ramos e Pedro Aune.

Serviço

Local: Teatro Copacabana Palace – Av. Nossa Sra. de Copacabana, nº 291 – Rio de Janeiro.

Temporada: 18/12/2021 a 6/2/2022. Sessões em Dezembro/2021: 18, 19, 21, 22, 23, 28, 29 e 30/12. Todas as sessões às 19h. Janeiro e Fevereiro de 2022: Quinta a domingo, 19h.

Classificação: 12 anos.

Ingressos: R$50,00 a R$240,00.

Link para compras: https://bileto.sympla.com.br/event/70595

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AVISO!

Em virtude da pandemia de Covid-19, alguns eventos foram cancelados ou sofreram alterações. Centros Culturais ou espaços de exposição também fecharam.

Consulte sempre antes de se direcionar a um evento presencial.

X