O Portal da Arte Brasileira

Comédia “Pai Ilegal” estreia em 5 de maio no Teatro Dulcina, no Rio

0 12

Em um futuro próximo, todo homem precisa fazer uma série de provas para se tornar pai. O processo não é simples. A vontade de ter um filho vai esbarrar na falta de preparo, na insegurança e até no machismo estrutural ainda presente na sociedade, que insiste em delegar para a mãe a maioria dos cuidados com o bebê. Quem insistir em ser pai sem cumprir todas as tarefas e ganhar seu certificado poderá ser detido e até preso. Este é o ponto de partida de “Pai Ilegal”, comédia inédita escrita por Ulisses Mattos, com direção de Henrique Tavares, que estreia, dia 5 de maio, no Teatro Dulcina, no Centro. O espetáculo é a segunda parte de uma trilogia teatral sobre paternidade, idealizada pelo ator Pedro Monteiro, que começou com o drama “Pão e Circo” (2021) e vai se encerrar com o musical infantil “Meus dois pais” em 2023.

A peça acompanha a história de Gabriel, que vê sua vida mudar ao ser parado numa blitz policial. A documentação do carro está em dia, não houve consumo de álcool pelo motorista, mas há um grande problema: ele é um pai ilegal. O policial desconfia de uma fralda encontrada no carro, faz um teste do bafômetro e, logo, detecta a presença de talquinho, colônia de bebê, pomada pra assadura e tudo mais. Sim, no futuro a tecnologia já consegue detectar quem é pai e deter aqueles que não possuem certificado. No elenco, estão Pedro Monteiro (Gabriel), Gabriela Estevão (agente) e Juliana Guimarães (Ísis). “Sabe quando as pessoas falam que ser pai é uma coisa tão importante que deveria existir um certificado de permissão? Pois no futuro existe!”, comenta Pedro.

O espetáculo é patrocinado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura e Controllab por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS.

Post Patrocinado

Foto: Beto Roma.

Ficha Técnica

Idealização: Pedro Monteiro. Dramaturgia: Ulisses Mattos. Direção artística: Henrique Tavares. Direção Musical e trilha original: Marcelo Alonso Neves. Elenco: Pedro Monteiro, Juliana Guimarães e Gabriela Estevão.

Serviço

Local: Teatro Dulcina – Rua Alcindo Guanabara, 17 – Centro – Rio de Janeiro.

Temporada: 5 a 29/5. Quintas e sextas, 19h. Sábados e domingos, 18h.

Classificação: 10 anos.

Ingressos: R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia-entrada).

Compra on-line: https://bit.ly/3MAHbze

Informações: (21) 2240-4879.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

X