O Portal da Arte Brasileira

Cia. Provisório Definitivo abre ensaios de (A) DOR (A) a partir de 8 de dezembro

0 25

Livremente inspirado na vida de Maria Auxiliadora Lara Barcellos (Dora), militante da Vanguarda Armada Revolucionária (VAR-Palmares) que se suicidou na Alemanha, (A) DOR (A) é um texto que mistura dados biográficos dessa mineira natural de Antônio Dias, com recriações ficcionais baseadas em fatos colhidos por meio de relatos históricos de outros guerrilheiros na literatura e em filmes documentais. Serão seis ensaios abertos do seu décimo-sexto trabalho de 8 a 17 de dezembro em diversos teatros da cidade de São Paulo. No elenco estão Ana Tardivo, Flavia Couto, Pedro Guilherme, Sofia Botelho e Thiago Andreuccetti. As sessões serão gratuitas.

Com texto e direção de Pedro Guilherme, o espetáculo finaliza o projeto “Cia. Provisório-Definitivo 20 anos”. Uma atmosfera poética não linear permeia essa colcha de retalhos da vida dessa estudante de medicina que entrou para a clandestinidade, onde três atrizes representando Dora em algumas de suas facetas (a mulher, a guerrilheira e a torturada) dialogam entre si e convivem com os fantasmas da tortura ao mesmo tempo em que se relacionam com a atmosfera política do Brasil e dos países percorridos por ela.

A peça tem como objetivo traçar uma reflexão sobre o momento político brasileiro atual a partir do retratado no espetáculo dentro do período do Regime Militar. Mais precisamente, sobre a participação dos jovens na vida política do país de uma forma ativa e utópica. Em paralelo a isso, também se busca questionar a violência que sofrem aqueles que se opõem francamente à ordem capitalista estabelecida, em especial o grupo de militantes que entraram para a luta armada no momento de linha dura da ditadura e foram vítimas de tortura, e, no caso de Dora, posterior exílio.

Post Patrocinado

O projeto foi contemplado pelo Proac Lab – Prêmio por Histórico de realização em teatro da Lei Aldir Blanc em 2020.

Foto: Bob Sousa.

Ficha Técnica

Texto e Direção: Pedro Guilherme. Elenco: Ana Tardivo, Flavia Couto, Pedro Guilherme, Thiago Andreuccetti, Sofia Botelho. Figurino: Maria D’Cajas. Cenário: Pedro Guilherme. Trilha Sonora: Barbara Frazão. Iluminação: Vinícius Andrade

Serviço

Sessões Presenciais.

Local: Centro Cultural da Diversidade – Rua Lopes Neto, 206 – Itaim Bibi – São Paulo. Data: 8 e 15/12. Quartas, 20h.

Local: Oficina Cultural Oswald de Andrade – Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro – São Paulo. Data: 9 e 10/12. Quinta e sexta, 19h.

Local: Espaço Companhia da Revista – Alameda Nothmann, 1135 – Campos Elísios – São Paulo. Data: 16/12. Quinta, 21h.

Local: Teatro Alfredo Mesquita – Avenida Santos Dumont, 1770 – Santana – São Paulo. Data: 17/12. Sexta, 21h.

Ingressos: Grátis.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AVISO!

Em virtude da pandemia de Covid-19, alguns eventos foram cancelados ou sofreram alterações. Centros Culturais ou espaços de exposição também fecharam.

Consulte sempre antes de se direcionar a um evento presencial.

X