Cia. Bendita Trupe estreia “Protocolo Volpone, um clássico em tempos pandêmicos”

Com a entrada de São Paulo na fase verde, está confirmada a estreia de forma presencial no dia 21 de outubro, no Estacionamento do Teatro Arthur Azevedo, do espetáculo Protocolo Volpone – Um Clássico em Tempos Pandêmicos, a mais famosa comédia de Ben Jonson, na versão de Stefan Zweig, com adaptação de Marcos Daud e direção de Johana Albuquerque. Haverá três sessões de pré-estreia nos dias 16, 17 e 18 de outubro.

Nesta montagem, a doença contagiosa e a ganância pelo dinheiro tomam a frente da história e reforçam a impressionante contemporanidade que um clássico oferece. O texto foi encenado pelo Teatro Brasileiro de Comédia nos anos 1950, e Décio de Almeida Prado, crítico que ajudou a formar o público do TBC, assim descreve o texto: ‘Voltore’, ‘Corvino’, ‘Corbaccio’  –  Ben  Jonson   não   teria  reunido assim esse bando de aves de rapina, em torno de Volpone, a astuta raposa velha, se não pretendesse escrever a mais estranha e inesperada das comédias: “a comédia da morte”.

O elenco é composto pelos atores Daniel Alvim, Helena Ranaldi, João Carlos Andreazza, Luciano Gatti, Marcelo Villas Boas, Mauricio de Barros, Pedro Birenbaum, Vanderlei Bernardino, Sergio Pardal e Vera Bonilha. Na visualidade do espetáculo figuram o cenógrafo Julio Dojcsar, a iluminadora Aline Santini, a figurinista Silvana Marcondes, o diretor musical Pedro Birenbaum e o visagista Leopoldo Pacheco. O projeto conta também com a assistência de direção de Cacá Toledo e produção de Anayan Moretto. 

A Bendita Trupe é um premiado conjunto paulistano, que tem como linha de pesquisa a criação de espetáculos para o público adulto e infantojuvenil, com linguagem crítica e poética voltada ao Brasil contemporâneo. Tem como princípio fundamental estimular a inteligência e o humor de todas as idades, perseguindo o ideal de um teatro “sério” e paradoxalmente, divertido. Em 2019, realiza a leitura encenada de Volpone, de Ben Jonson, em homenagem ao Teatro Brasileiro de Comédia, na Biblioteca Mario de Andrade,  no  465º  aniversário  da  cidade  de São  Paulo, que resultou neste projeto, agraciado com um prêmio municipal. Em 2017, produz Hospedeira & Paquiderme: Díptico de Estranhas e Esquizos Dramaturgias, dois monólogos que conversam sobre os colapsos mentais, que estreou no SESC Consolação. Em 2015, encena dois espetáculos de jovens dramaturgos do SESI – British Council, Solilóquios e Em Abrigo, que esteve em cartaz no Mezanino do SESI Paulista.

Foto: Maria Clara Diniz.

Ficha Técnica

Texto: Ben Jonson, na versão de Stefan Zweig. Adaptação: Marcos Daud. Idealização e direção: Johana Albuquerque. Assistência de direção: Cacá Toledo. Elenco: Daniel Alvim, Helena Ranaldi, Joca Andreazza, Luciano Gatti, Marcelo Villas Boas, Maurício de Barros, Pedro Birenbaum, Vanderlei Bernardino, Sérgio Pardal e Vera Bonilha.

Serviço

Local: Estacionamento do Teatro Arthur Azevedo – Av. Paes de Barros, 955 – Mooca, São Paulo – SP.

Pré-estreias: 16 e 18/10. Sexta e sábado, 20h. Domingo, 18h.

Temporada: 21/10 a 8/11. Quarta a sábado, 20h. Domingos, 18h.

Lotação: 20 lugares.

Ingressos: Pague quanto puder (Gratuito a R$ 20)

Compra: Link na bio do Instagram @benditatrupe e no Facebook da Bendita Trupe. Classificação: 12 anos.

Não haverá bilheteria presencial no teatro.

Compartilhe!