O Portal da Arte Brasileira

Banda de Pau e Corda comemora 50 anos com show no Teatro Sérgio Cardoso

0 21

A comemoração dos 50 anos da tradicional Banda de Pau e Corda começou com o lançamento do disco ‘Missão do Cantador’, em 2021, via Biscoito Fino e com produção de José Milton. Agora, uma turnê homônima vem para celebrar esse feito nos palcos do Brasil. Depois de passar por Belo Horizonte, Pernambuco e Paraíba, os artistas chegam em São Paulo para duas noites no Teatro Sérgio Cardoso. Na capital paulista, shows estão programados para acontecer nos dias 6 e 7 de maio, sexta e sábado, às 20h30. Na sexta-feira, com participação especial de Zeca Baleiro. No sábado, André Abujamra é o convidado de honra.

Surgida na efervescência cultural dos anos 1970, inspirada por Mário de Andrade e sua Missão de Pesquisas Folclóricas, a Banda de Pau e Corda ainda enxerga nas culturas populares a fonte para alimentar a alma e transformar a música brasileira. Sem se limitar, usam o lirismo e a sonoridade sedimentada em flauta, viola e vocais para nos aproximar das cenas interioranas.

No repertório, uma viagem pelo passado e presente do grupo. Nele, o público pode esperar pelas marcantes “Flor D’Água” (Roberto Andrade e Waltinho), da trilha sonora da novela “Maria Maria”, da Rede Globo, e Areia (Sérgio Andrade e Waltinho), grande sucesso radiofônico à época. A única faixa não autoral é o clássico “Lamento Sertanejo”, de Gilberto Gil e Dominguinhos.

Post Patrocinado

Atualmente a Banda de Pau e Corda é formada por Sérgio Andrade (vocal), Alexandre Barros (bateria, percussão e vocal), Júlio Rangel (viola e vocal), Sérgio Eduardo (contrabaixo), Yko Brasil (flauta transversal e pífano) e Zé Freire (violão e vocal). Roberto Andrade (bateria) e Paulo Resende (baixo), da formação original, faleceram em 2017.

Com referências às vivências sonoras, imagéticas e existenciais do Nordeste, o projeto é capaz de envolver públicos locais e de todo o mundo. Assinando a capa “Missão do Cantador”, a última parceria com o artista gráfico Elifas Andreato, também autor da arte de “Arruar” (1978), além dos discos “Pelas Ruas do Recife” (1979), “Nossa Dança” (1981) e do cenário do espetáculo “Palavrão”, junto com Rolando Boldrin e com direção de Antônio Abujamra.

Foto: Sidarta.

Serviço

Local: Teatro Sérgio Cardoso – Rua Rui Barbosa, 153 – Bela Vista – São Paulo.

Datas: 6 e 7/5. Sexta e sábado, 20h30.

Ingressos: R$35,00 a R$90,00.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

AVISO!

Em virtude da pandemia de Covid-19, alguns eventos foram cancelados ou sofreram alterações. Centros Culturais ou espaços de exposição também fecharam.

Consulte sempre antes de se direcionar a um evento presencial.

X