Documentário “A Rainha Nzinga Chegou” estreia no SescTV em 14 de maio

O documentário “A Rainha Nzinga Chegou” vai ao ar em 14 de maio, às 23h, no SescTV. A produção mostra três gerações de rainhas negras que estiveram à frente da Guarda de Moçambique e Congo Treze de Maio, uma irmandade negra de caráter essencialmente religioso, que descende da espiritualidade e das normas praticadas há séculos por Nzinga, uma rainha e guerreira que viveu na África. Durante um rito de passagem a rainha Isabel Casimira se prepara para assumir seu reinado fazendo uma visita a Angola, terra de seus ancestrais.

Dirigido pela antropóloga e documentarista Júnia Torres e pela atual rainha da Guarda de Moçambique Treze de Maio e rainha da Federação dos Reinados do estado de Minas Gerais, Isabel Casimira, o filme também poderá ser assistido no site do canal em maio, gratuitamente e sem necessidade de cadastro. A produção faz parte do projeto “Do 13 ao 20”, realizado pelo Sesc SP faz alusão ao 13 de maio e ao 20 de novembro, e engloba ações que propõem diálogos sobre a condição social da população negra.

Durante o filme há um resgate da memória dos primeiros reinados, os cantos, as orações, as festas em honra de Nossa Senhora do Rosário e toda a importância da tradição de reis e rainhas da África, assim como a memória da Rainha Nzinga, que em 1400 foi uma guerreira que viveu em África e dominava todas as armas, entre elas, lanças e zagaias, para defender seu povo.

Os descendentes da Rainha Nzinga em sua terceira geração de rainhas, e o atual reinado feminino Treze de Maio, comandado hoje por Isabel Casimira são um reflexo dos diversos territórios de Minas Gerais que iniciaram sua expansão hierárquica inspirados na dominação da rainha Nzinga, uma figura importante na resistência contra o domínio português na África no século XVII.

Editora Lazuli - #euleiolazuli

Serviço

Estreia no SescTV: 14/5. Sexta, 23h. Disponível sob demanda a partir desta data.

Reapresentações: 15/5. Sábado, 22h. 18/5, Terça, 1h. 20/5. Quinta, 0h.   

Classificação: 10 anos.

Site: sesctv.org.br.

2021DocumentárioSesc TV
Comentários (0)
Comentar