“A Casa Esquecida” integra o Festival Arte como Respiro – Edição Cênicas no site do Itaú Cultural

A filha, com 42 anos, e a mãe de 84, retornam à casa há anos fechada no interior de São Paulo para escapar do epicentro da pandemia na capital. Refugiadas nesta casa esquecida, onde habitam os vestígios da infância da filha, as duas mulheres mergulham neste museu autobiográfico, numa tentativa de restaurar partes rasuradas da memória – abrigadas nas frestas das paredes, no embrulho empoeirado atrás da cama e na roseira, que floresce apesar do esquecimento das duas. A exibição acontece em 21 de outubro, quarta-feira, 20h, no site do Itaú Cultural.

Nessa situação atípica de isolamento social mãe e filha passam os dias em suspensão, como em um sonho e experimentam uma reaproximação não planejada, revelando intimidades dessa relação e a poética da passagem inexorável do tempo. 

Ficha Técnica

Direção: Maria Amélia Farah e Soraia Costa.

Concepção, Argumento e Roteiro: Maria Amélia Farah

Elenco: Maria Amélia Farah, Nadir Ferreira de Souza Farah e Pedro Tosta

Trilha Sonora: Barulhista.

Serviço

Data: 21/10. Quarta, 20h.

Classificação: Livre.

Site:www.itaucultural.org.br

Compartilhe!