Saiba por que hoje é o Dia Internacional Contra a Homofobia

A cada 25 horas, uma pessoa LGBT foi morta no Brasil no ano de 2016.  Esse dado é parte do levantamento feito pelo Grupo Gay da Bahia (GGB).

LGBT é a sigla que corresponde a comunidade Lésbica, Gay, Bissexual e Transgênero.

Já no primeiro quadrimestre de 2017, a GGB junto a Rede Trans Brasil informaram que o número de assassinatos de transexuais - grupo mais vulnerável da comunidade - aumentou 16% em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com o último relatório da Associação Internacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transgêneros e Intersexuais (ILGA), o Brasil ocupa o primeiro lugar em homicídios LGBT nas Américas.

 

Imagem que circula nas redes sociais, em apoio à comunidade LGBT (Créditos: Reprodução / Instagram)

 

 

Em 17 de maio de 1990, a homossexualidade foi retirada da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID), pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Desde então, a data representa o Dia Internacional Contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia. E tem sido lembrada nas redes sociais através das hashtags #MenosHomofobiaEMais #IDAHOT #CultureOfLove #WeAreOne #FreeAndEqual. Muitos também têm mostrado apoio através dos filtros de imagens disponibilizados para as fotos de perfil.

 

 

Foto compartilhada pelo CCBB do Rio de Janeiro no Instagram (Créditos: Reprodução / Instagram)

 

Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo