Estreia de filme recebe programação no IMS Paulista e Rio

Para acompanhar a estreia de  Alguma coisa assim, longa de Esmir Filho e Mariana Bastos, o IMS Paulista e o IMS Rio exibem produções dos dois diretores.

Tapa na Pantera, curta metragem dirigido por Esmir, Mariana e Rafael Gomes em 2006,  traz a consagrada atriz Maria Alice Vergueiro como personagem central de um curta sobre as experiências de uma senhora usuária de maconha há 30 anos.

 Os Famosos e os Duendes da Morte, de 2009, é o primeiro longa metragem de Esmir Filho e trata de um jovem adolescente de 16 anos, conhecido como Mr. Tambourine na internet, que sonha em deixar sua cidade no interior do Rio Grande do Sul para ir a um show do Bob Dylan.

 

(Crédito:Divulgação)

 

Desenvolvido a partir do curta-metragem homônimo premiado em Cannes, em 2006, o filme Alguma coisa assim chega aos cinemas no dia 26 de julho. O longa acompanha três momentos-chave da vida dos personagens Mari (Caroline Abras) e Caio (André Antunes).

Esmir e Mariana reuniram-se em 2013 com o objetivo de dar sequência à história de Caio e Mari, captando o reencontro dos personagens, vividos pelos mesmos atores, em São Paulo e, posteriormente, num novo momento, em Berlim, em 2016.

O resultado dos três encontros ao longo de uma década é o longa-metragem que mergulha na transformação da relação entre os dois através dos tempos e propõe uma reflexão sobre temas atuais, como sexualidade, rótulos, aborto e novas formas de família.

Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo