O toque e a intimidade de Alle Manzano

O que você visualiza quando pensa em fotografia sensual? O que se produz e o que se consome do gênero? Pensando nestes questionamentos, a fotógrafa brasileira Alle Manzano apresenta um trabalho que rompe com a padronização do nu artístico.

Tendo o desejo feminino e o afeto como tema de seus trabalhos, Alle traz novas interpretações e novas abordagens sem qualquer tipo de padrão. Afinal, não é preciso seguir regras. 

 

Toque-me (Créditos: Reprodução / Alle Manzano)

 

Ao unir o desejo feminino e instrumentos musicais, Alle Manzano fotografou 16 mulheres no projeto Toque-me, evidenciando a falta do toque humano nas relações. Este projeto ficou em exposição na Galeria da Garagem em 2015.

 

Toque-me (Créditos: Reprodução / Alle Manzano)

 

Toque-me (Créditos: Reprodução / Alle Manzano)

 

Toque-me (Créditos: Reprodução / Alle Manzano)

 

Toque-me (Créditos: Reprodução / Alle Manzano)

 

Fazendo uso de luz natural e personagens comuns em suas fotografias, ano passado Alle Manzano expôs mais um projeto, dessa vez na Art Lab Gallery. Amem-se retrata a intimidade de casais, sem seguir regras ou normatividades, é claro.

 

Amem-se (Créditos: Reprodução / Alle Manzano)

 

Amem-se (Créditos: Reprodução / Alle Manzano)

 

Amem-se (Créditos: Reprodução / Alle Manzano)

 

Amem-se (Créditos: Reprodução / Alle Manzano)

 

Amem-se (Créditos: Reprodução / Alle Manzano)

 

Amem-se (Créditos: Reprodução / Alle Manzano)

 

Tags:

Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo