Neil Craver explora a psicanálise em ensaio nu embaixo d’água

 

Leveza e feminilidade. Essas duas palavras descrevem bem o trabalho de Neil Craver. Enquanto seduz, as fotografias do norte-americano provocam uma curiosidade no leitor, que procura entender as " metamorfoses do nosso subconsciente". Assim o fotógrafo descreve sua série Under Water Nudes.

Registrando mulheres nuas submersas em água, o artista cria mundos que beiram a fantasia. A cor da vegetação, a pele das modelos, o ângulo de incidência de luz na água e a profundidade dos lagos fazem com que nenhuma imagem seja igual a outra, numa brincadeira linda de luz e sombra. Com muito movimento, os cabelos se misturam às bolhas criando um ensaio que explora as inconstâncias do psicológico do ser humano. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tags:

Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo