Na série Flores Raras, Vinicius Terra Nova exalta a diversidade

Lara, Mara e Michele (Créditos:  Vinícius Terra Nova)

 

Três irmãs da Guiné-Bissau tem estimulado a discussão sobre beleza. As gêmeas Lara e Mara, caçulas, são albinas. Michele, primogênita, é negra. A diferença fenotípica, hiper destacada, as distanciam. No entanto, o carinho e a luta por não serem encaixadas na categoria "meninas exóticas" as unem.

Um dos esforços de reconhecer a beleza das irmãs de forma respeitosa é a série Flores Raras do fotógrafo Vinícius Terra Nova. No projeto, o brasileiro, que vive e mora em São Paulo, destaca os laços afetivos entre as irmãs e aposta em uma paleta de tons pastéis para exaltar seus traços e dialogar com os espectadores que ainda se deixam levar por estereótipos.

 

(Créditos:  Vinícius Terra Nova)

 

(Créditos:  Vinícius Terra Nova)

 

(Créditos:  Vinícius Terra Nova)

 

(Créditos:  Vinícius Terra Nova)

 

(Créditos:  Vinícius Terra Nova)

 

(Créditos:  Vinícius Terra Nova)

 

(Créditos:  Vinícius Terra Nova)

 

(Créditos:  Vinícius Terra Nova)

 

(Créditos:  Vinícius Terra Nova)

 

Conheça mais trabalhos de Vinícius Terra Nova em: http://bit.ly/2pCDyPG

Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo