Metropolitan Museum of Art faz parceria com Airbnb

Um dos cômodos disponíveis para aluguel no Metropolitan Museum of Art 

 

O Metropolitan Museum of Art anunciou na última sexta (31/03) uma parceria ousada. A instituição, localizada em Nova York e conhecida por uma das mais importantes coleções de pintura europeia, vai disponibilizar alguns de seus cômodos para aluguel por meio do Airbnb.

O simbólico brasileiro retratado no cinema e na SP-Arte

O comunicado ocorre em um momento em que o museu enfrenta um déficit orçamentário de US$ 10 milhões e há também esforços para se alinhar às transformações culturais provocadas pela cultura digital e colaborativa.

Peça une obra de Samuel Beckett à dança contemporânea e HQ's

Em entrevista ao site Hyperallergic, o presidente da instituição Daniel Weiss, disse: "O Met tem uma das mais ricas coleções de interiores históricos e é hora de monetizar isso. Imagine acordar na requintada sala do Damascus do século XVIII e depois passear pelas galerias de arte do antigo Oriente Próximo para tomar um café da manhã tranquilo no Great Hall Balcony Bar antes que outros visitantes tenham entrado no museu. Esperamos que este tipo de experiências dê ao nosso público uma apreciação mais íntima da nossa coleção".

Grupo Galpão ganha programação especial no Itaú Cultural

A parceria,  oficialmente apelidada de "The Metbnb", exigirá uma ampla colaboração entre a equipe de conservação, segurança, limpeza e restauração do museu para garantir uma estadia segura e confortável para inquilinos.

Os preços, diferente da proposta, tem pouco a ver com a gratuidade e solidariedade da cultura digital. Os valores variam de 1,3 a 5 mil dólares. 

Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo