Manifestantes ocupam Secretaria da Cultura de São Paulo

(Créditos: André Braga)

 

A Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (localizada na Galeria Olido) foi ocupada por manifestantes que pedem a demissão de André Sturm, atual secretário de cultura da cidade.

O ato acontece dois dias após Sturm ameaçar "quebrar a cara" de um integrante do Movimento Cultural Ermelino Matarazzo durante uma negociação para renovar a parceria entre as duas partes.

+ "Eu não vou quebrar a sua cara, porque vou sujar minha mão" diz o secretário da cultura de São Paulo, André Sturm

(Créditos: CRIS FAGA/FOX PRESS PHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO)

 

O grupo que ocupa a secretaria é formado pelo Movimento Cultural das Periferias, Frente Única da Cultura SP, entre outros e contam com mais o menos 77 pessoas. Entre as reivindicações do grupo, está o descongelamento de verba para a cultura, que teve 43,5% de seu orçamento comprometido este ano e a implantação e criação de comissão para acompanhamento da execução do Plano Municipal de Cultura.

+ Oca recebe retrospectiva dos 30 anos de Itaú Cultural

Os manifestantes estão fazendo turnos de entrada e saída, uma vez que foi feito um acordo com o Secretário de Relações Governamentais e a GCM de que não podem subir mais pessoas, mas que as pessoas que estão na ocupa, podem trocar de lugar com as que estão na porta.

Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo