Há um ano atrás, Aquarius protestava em Cannes contra Impeachment

(Créditos: Reprodução)

 

Essa semana, o protesto da equipe do filme Aquarius no Festival de Cannes completa um ano. No dia 17 de maio de 2016, o elenco se manifestou contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff no tapete vermelho do festival. 

+ Internet ferve com denúncia contra Temer, veja os melhores memes

A equipe mostrou cartazes com os dizeres "Um golpe ocorreu no Brasil", "Brasil não é mais uma democracia" e "54.501.118 votos incendiados" em francês e inglês. O filme do diretor Kléber Mendonça Filho teve sua primeira exibição durante Cannes, onde concorria à Palma de Ouro. 

(Créditos: Reprodução)

 

O longa protagonizado por Sônia Braga, conta a história de um jornalista e crítica musical aposentada e última moradora do Edifício Aquarius - já que todos os outros apartamentos foram comprados por uma construtora que pretende construir um arranha-céu no lugar.

+ Associação Paulista de Críticos de Artes premia Rita Lee e Aquarius em sua 60ª edição

Na época, a ex-presidente usou sua conta no twitter para agradecer o apoio da equipe de Aquarius, e tweetou: "Obrigada, Kleber Mendonça Filho (@kmendoncafilho), Sonia Braga (@bragasonia) e Maeve Jinkings - o talento do Brasil em Cannes. Ao elenco extraordinário do filme #Aquarius um beijo em nome da democracia. #Cannes2016".

Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo