Ensaio transforma super-heróis em personagens do século 17

A descoberta da fotógrafa Sacha Goldberger, com base nas referências de sua infância, deu origem a um desejo. Para se re-apropriar desses elementos da cultura pop e levá-los de volta a um momento inusitado. Sacha quer confrontar estes ícones da cultura americana com pintores contemporâneos da escola flamenga. 
 

(Créditos: Divulgação/Sacha Goldberger)


A série exibe um ensaio com super-heróis com seus uniformes do século 17, contrapondo-se a luz e sombra para ilustrar a nobreza e a fragilidade dos heróis. O trabalho também é uma celebração dos personagens que marcaram nossa vida e infância. Esses personagens se tornaram ícones para revelar sua humanidade: cansados de ter que salvar o mundo sem descanso, um destino de infinita imortalidade.
 

(Créditos: Divulgação/Sacha Goldberger)

 

(Créditos: Divulgação/Sacha Goldberger)

 

(Créditos: Divulgação/Sacha Goldberger)

 

(Créditos: Divulgação/Sacha Goldberger)

 

(Créditos: Divulgação/Sacha Goldberger)

 

(Créditos: Divulgação/Sacha Goldberger)

 

(Créditos: Divulgação/Sacha Goldberger)

 

(Créditos: Divulgação/Sacha Goldberger)

 

(Créditos: Divulgação/Sacha Goldberger)

 

(Créditos: Divulgação/Sacha Goldberger)

 

(Créditos: Divulgação/Sacha Goldberger)

 

(Créditos: Divulgação/Sacha Goldberger)

 

(Créditos: Divulgação/Sacha Goldberger)

 

(Créditos: Divulgação/Sacha Goldberger)

 

 

Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo