Artista cria série fotografica em piscinas vazias; confira

Focada em imagens com modelos estáticos, com poses rígidas em piscinas públicas, a fotógrafa eslovaca Maria Svarbova faz uma análise cuidadosa de sua perspectiva e mergulha em cada foto tirada, criando uma série distópica. Maria é fotógrafa de moda e sempre seguiu uma linha de trabalho que conversasse com a simetria e a alta saturação de imagens, dando a sensação de atemporalidade.

 

(Créditos: Maria Svarbova/Divulgação)

 

Matendo a identidade Nouveau, a série é uma sucessão de curtas cenas em que frontalidade e a ausência de contrastes remove qualquer tipo de dimensão narrativa. Todo o trabalho de enquadramento e captura, foi produzido em uma piscina em Malacky, perto de Bratislava. Os tons pastéis e as cores saturadas, combinados com a direção teatral dos modelos, cria uma sequencia precisa e convincente. Confira o trabalho da fotógrafa em sua série intitulada The Tribute:

 

(Créditos: Maria Svarbova/Divulgação)

 

(Créditos: Maria Svarbova/Divulgação)

 

(Créditos: Maria Svarbova/Divulgação)

 

(Créditos: Maria Svarbova/Divulgação)

 

(Créditos: Maria Svarbova/Divulgação)

 

(Créditos: Maria Svarbova/Divulgação)

 

(Créditos: Maria Svarbova/Divulgação)
 

 

(Créditos: Maria Svarbova/Divulgação)

 

(Créditos: Maria Svarbova/Divulgação)

 

(Créditos: Maria Svarbova/Divulgação)

 

Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo