A Bela da Tarde volta aos cinemas após 50 anos

Na próxima quinta-feira, 7 de novembro, o clássico de Luis Buñuel, A Bela da Arte, entra em cartaz em cinemas de todo o país, em comemoração aos 50 anos da estreia do filme.

 

(Créditos: Reprodução)

 

A produção aborda a vida de uma bela e jovem dona de casa, chamada Severine que não consegue conciliar sua fantasia masoquista com a vida cotidiana ao lado do zeloso marido Pierre.

Quando seu amigo Henri menciona um secreto bordel de classe alta, dirigido por Madame Anais, Severine decide visitá-lo e, eventualmente, passa a trabalhar lá durante o dia sob o nome de Bela da Tarde. Porém, quando um de seus clientes se torna possessivo, ela precisa tentar voltar à sua vida normal.

 

(Créditos: Reprodução)


Premiado no Festival de Veneza 1967 e com uma indicação de melhor atriz por parte de Catherine Deneuve no Festival de BAFTA Awards 1969, A Bela da Tarde é um filme de Luis Buñuel, o principal expoente do Surrealismo no cinema.

O diretor que manteve, ao longo de sua carreira, diálogo com diferentes correntes artísticas, com filmes que debateram a religião, a moral humana e a burguesia.

Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo