Por que a representação do feminino está associada à fragilidade?

Entre os dias 7 de julho e 8 de setembro acontece no Rio de Janeiro a exposição Quarto de Hipólita, que estará em cartaz no Espaço Cultural Correios Niterói.

Os trabalhos são de Júnia Azevedo e a curadoria ficou por conta de Lia do Rio.

Por que a representação do feminino está associada à fragilidade e delicadeza? Como se constroem esses estereótipos no indivíduo? Que mensagens passamos à criança ao entregar em suas mãos uma boneca Barbie ou um tanque de guerra? Essas são algumas das questões propostas pela artista.

 

(Crédito:Divulgação/Cordeirinha)

 

Na exposição, bonecas do tipo Barbie modificadas enfrentam situações dramáticas, duras e cruéis, bem longe do mundo de fantasia proposto pela indústria de consumo.

Serão exibidas cerca de 30 obras, entre objetos, fotos e vídeo, que refletem sobre beleza, moda, comportamento e consumismo, entre outras questões, convidando a um “desprincesamento” da menina.

“Não se trata de uma proposta de brinquedos para as crianças, mas de uma reflexão sobre a construção do imaginário feminino por meio das brincadeiras infantis”, explica ela. 

 

(Crédito:Divulgação/Refugiada)

 

O nome da exposição faz referência a Hipólita, mítica rainha amazona, lendária por sua força e valentia nas guerras da antiguidade grega.

“Júnia nos transporta a um universo onde o lúdico e a ficção se fundem, permeados de símbolos e lembranças de infância. As bonecas nos convidam a entrar num estranho jogo entre o real e o imaginário”, conta Lia do Rio.

O trabalho artístico é um desdobramento do livro O Ser-se, lançado por Júnia em 2014. O romance aborda a reconstrução da identidade de uma mulher impulsionada pelo processo de psicanálise após uma crise existencial.

  • Espaço Cultural Correios Niterói - Av. Visconde do Rio Branco, 481 - , Rio de Janeiro
    + Ver mapa
  • 07/07/2018 a 13/07/2018
  • Segunda a sábado: 11h às 18h.
  • Gratuito.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo