Pague quanto puder em ingresso de peça sobre resistência LGBT

(Créditos: Reprodução/Facebook Meninos Também Amam)

 

Em tempos de cura gay e censura, também há espaço para resistência. A performance Meninos também amam tem apresentação única na SP Escola de Teatro e acontece como um manifesto cênico na luta contra a intolerância, difamação e censura.

+ Montagem traz Hamlet às questões contemporâneas

O espetáculo traz para a cena jovens artistas homossexuais, entre eles atores, bailarinos, performers e não atores, que despidos compõem uma dramaturgia cênica e uma dança poética que visibilizam suas experiências e vozes enquanto sujeitos homoafetivos sofrendo em seus cotidianos a opressão homofóbica num país que mais discrimina e assassina a comunidade LGBT+. 

 

(Créditos: Reprodução/Facebook Meninos Também Amam)

 

+ Bia leite, autora de "Criança Viada" ganha mostra em SP

O espetáculo é uma fotografia do cotidiano LGBT, um registro performático das lutas e resistências diárias para sobreviver no Brasil. A poesia é o manifesto poético/político do espetáculo e através de suas variantes tessituras o público se emociona e reflete diante da cartografia trágica ao qual muitos são vitimados. 

  • SP Escola de Teatro - Centro de Formação das Artes do Palco (Sede Roosevelt) - Praça Roosevelt, 210 - Consolação, São Paulo
    (11) 3775-8600
    + Ver mapa
  • 02/11/2017 a 02/11/2017
  • Quinta: 00h (quinta para sexta).
  • Pague quanto puder.
  • Classificação: 18 anos.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo