Peça sensorial "Abismo" reproduz sensação de soterramento

A peça conta com Chris Fabrício, Beto Paixão, Breno Furini e Tiago Melo no elenco (Créditos: Divulgação)

 

Dirigida e escrita por Beto Paixão, Abismo traz ao palco do Viga Espaço Cênico uma experiência sensorial. A peça trata de pai e filho que, soterrados após um deslizamento, veem no momento a oportunidade de refletir sobre a relação entre eles, a vida e suas
principais dificuldades. O grupo Chá de Atores promete recriar no espaço as sensações de um desmoronamento, a partir de deslocamentos no palco e do trabalho de luz e som. Com ingressos a R$ 30, o espetáculo fica em cartaz de 7 de outubro a 16 de dezembro

A experiência começa com um chazinho servido pelo elenco à platéia, criando um clima de paz até que acontece uma ruptura. O público é levado ao palco 360º, passando por espaços escuros que remetem a buracos. Com lanternas, o grupo circula como se procurassem feridos soterrados até encontrarem os atores.

O drama apresenta pai e filho, sem expectativas de saírem daquela situação e obrigados a conviverem juntos. No espaço, começam a questionar o passado, o presente e o futuro, com sentimentos bem diferentes sobre a vida, medos e amores. "Abismo convida o espectador a experimentar não só as sensações vividas pelos personagens, mas também a se deparar com suas próprias questões, provocando em cada um que se permite viver essa experiência, o encontro impactante com seu próprio abismo", explica o diretor.

 

  •  (Crédito: Divulgação)
    (Crédito: Divulgação)
  •  (Crédito: Divulgação)
    (Crédito: Divulgação)
  •  (Crédito: Divulgação)
    (Crédito: Divulgação)
  •  (Crédito: Divulgação)
    (Crédito: Divulgação)
  •  (Crédito: Divulgação)
    (Crédito: Divulgação)
    • Viga Espaço Cênico - Rua Capote Valente, 1323 - Pinheiros, São Paulo
      (11) 3801-1843
      + Ver mapa
    • 07/10/2016 a 16/12/2016
    • Sextas: 21h.
    • R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia).
    • Classificação: 14 anos.
    Comentários
    Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo