Peça relembra Holocausto através da história de crianças

O espetáculo infantil A Mala de Hana está em cartaz no Teatro Anne Frank nos dias 29 de outubro, 5 e 12 de novembro, às 17h.  A peça é uma adaptação do aclamado livro infanto-juvenil homônimo da escritora canadense Karen Levine.
 
A trama conta a história da menina Hana Brady a partir das descobertas feitas pela japonesa Fumiko Ishioka e seus alunos, que foram em busca da história de quem seria a dona de uma mala que receberam para utilizar em uma exposição.

A montagem é um retrato da vida das crianças no Holocausto em paralelo com a visão atual da realidade.

 

(Créditos: Divulgação

 

A peça narra a história real de Fumiko, diretora de um centro educacional no Japão, que formou um grupo com alunos para estudar o período. A curiosidade e o fascínio pelo assunto fez com que, no ano 2000, o grupo de estudantes iniciasse uma jornada para conhecer detalhes sobre a história da jovem Hana.

Foi assim que Fumiko chegou a George Brady, irmão de Hana, que ainda está vivo e mora no Canadá). Com a ajuda dele conseguiram recriar a história vivida nos campos de concentração, período em que foi separado da sua irmã. Hana, na época com apenas 13 anos de idade, chegou a Auschwitz acreditando que reencontraria George. Na mala, ela levou poucas roupas e alguns dos seus desenhos preferidos.

 

(Créditos: Divulgação)

 
Através de uma história que percorre três continentes diferentes – América, Europa e Ásia – o espetáculo traça, como a autora do livro diz, “uma lembrança da brutalidade do passado e da esperança do futuro”. Em cena, os atores se revezam pela narrativa da história.
 
“A peça desperta na criança o interesse pelo estudo e compreensão de um período histórico extremamente importante para o seu desenvolvimento, não apenas como conhecimento, mas também como seres humanos”, conta Luana Paroni, atriz que interpreta Hana.
 
“Queremos disseminar a profundidade do fato histórico de maneira sensível, lúdica e principalmente pedagógica, fazendo com que as crianças se interessem e mergulhem nessa história”, completa Fernando Chapaval, ator que interpreta George.

  • Teatro Anne Frank - Clube Hebraica - Rua Hungria, 1000 - Pinheiros, São Paulo
    (11) 3818-8888
    + Ver mapa
  • 29/10/2017 a 12/11/2017
  • Domingo: 17h.
  • Inteira R$ 40. Meia R$ 20.
  • Classificação: 8 anos.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo