Peça explora os amores da vida da escritora Marguerite Duras

(Créditos: Divulgação/Emídio Luisi)

 

Marguerite Duras, uma das principais vozes femininas na literatura do século 20, é o tema da peça Marguerite, Mon Amour, em cartaz no Sesc Consolação.

+ Acervo pessoal de Francisco Brennand ganha exposição em SP

A peça apresentada pelo Centro de Pesquisa Teatral (CPT/Sesc) e Grupo de Teatro Macunaíma aborda a vida de Marguerite Duras mesclando seu amor pela escrita à relação com as personagens de seus romances, inspirados em pessoas reais.  

 

(Créditos: Divulgação/Emídio Luisi)

 

Ficção e realidade se confundem em cena sob influência de diversos aspectos do universo da escritora. Além de seu estilo literário, temas como amor, memória e, principalmente, a Indochina e a Índia – regiões abordadas com recorrência em suas obras – fazem parte da montagem.

+ Mostra Incuráveis exibe filmes com temática LGBT

Em meio às memórias da jovem, fragmentos de histórias se misturam e seus fantasmas são evocados para uma espécie de acerto de contas. Algumas das personagens que ganham destaque na peça são a Mãe – com a qual sua relação era problemática – e o Amante Chinês – que protagonizou a vida da própria autora e seu principal romance, O Amante. 

  • Sesc Consolação - Rua Dr. Vila Nova, 245 - Vila Buarque , São Paulo
    (11) 3234-3000
    + Ver mapa
  • 05/10/2017 a 26/10/2017
  • Quinta: 20h.
  • Inteira R$ 20. Meia R$ 10.
  • Classificação: 14 anos.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo