Narrativa Polifônica contempla "Gesta Mullier"

 

 

Cena da peça "Gesta Mullier" (Créditos: Jonatas Marques)

 

As mulheres que abriram caminho ao longo dos anos de escravidão, abusos e conquistas compõem a narrativa polifônica deste trabalho da Companhia Casa da Tia SiréA peça Gesta Mullier estreia dia 26 de setembro na Oficina Cultural Oswald de Andrade e fica em cartaz até 6 de outubro.

Com idealização e atuação de Andressa Ferrarezi, projeto vem sendo gestado pela atriz há cerca de seis anos, dentro das oficinas e ações da Cia Casa da Tia Siré. A iniciativa lançou uma provocação acerca dos arquétipos e estereótipos femininos com sete cenas dirigidas por sete diretores diferentes: Georgette FadelRenata ZhanetaNei Gomes, Osvaldo HortencioDaniela GiampietroVera Lamy e Dinho Lima Flor.

 

Cena de Andressa Ferrarezi (Créditos: Jonatas Marques)

 

“São histórias proibidas pela narrativa oficial que carregamos e herdamos. Um retorno ao obscuro útero doméstico que nos gerou e o vislumbre da concepção de um novo mundo. Passam por história que envolvem arquétipos como virgindade, casamento, mulheres subversivas, gravidez, entre outros,” explica Andressa.

O espetáculo é a última etapa do projeto CompArte: Gestando Poéticas - 10 Anos de Cia. Casa da Tia Siré, contemplado com a 30ª. Edição do Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo, que resultou nas montagens dos espetáculos DesPrincesa, Adoráveis Criaturas Repulsivas e Assombrosas.

  • Oficina Cultural Oswald de Andrade - Rua Três Rios , 363 - Bom Retiro, São Paulo
    (11) 3222-2662 / (11) 3221-4704
    + Ver mapa
  • 26/09/2018 a 06/10/2018
  • Quartas, Quintas e Sextas, às 20h. Sábados, às 18h.
  • Grátis - Retirar com 1h de antecedência.
  • Classificação: 12 anos.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo