Mostra Motumbá celebra a memória e existência negra

Desde novembro, quando amostra Motumbá: Memórias e Existências Negras começou, sua curadoria reúne no Sesc Belenzinho nomes que refletem parte da riqueza e da variedade da produção artística e cultural de matrizes africanas e periféricas. Em dezembro não será diferente. O mês começa com peças de teatro, continua com música de qualidade e termina com atrações de literatura infanto-juvenil.

 

(Créditos: Divulgação)

 

Dentro da programação teatral, O Coletivo Negro traz IDA (3 e 4/12), um experimento cênico que coloca em cena as inquietações, conquistas e perdas da mulher negra. No elenco, nomes femininos em destaque na cena paulistana, como o da cineasta Renata Matins e o da atriz-MC e diretora musical Dani Nega.

 

(Créditos: Divulgação)

 

O mesmo coletivo apresenta também Movimento Número 1: O Silêncio Depois (16 a 18/12), que mostra personagens vítimas de um violento etnocídio. Já a peça {ENTRE} (9 a 11/12) conta a história de quatro vidas em busca de afeto dentro de um conjunto habitacional.

 

(Créditos: Divulgação)

 

A seleção musical tem presenças importantes para a cena musical e o ativismo negro. Uma delas é a Preta Rara (10/12), com suas rimas sobre empoderamento feminino, racismo, relacionamentos amorosos e, ainda, história do Brasil.Sobem ao palco também os pernambucanos da banda Bongar (17/12), com participação de Leci Brandão, para apresentar um misto de canto, percussão e outros instrumentos que fazem parte da tradicional Festa do Coco.

 

(Créditos: Divulgação)

 

E mais: a agenda de dança apresenta programação gratuita: Oficina de Dança de Expressão Negra com Edileusa Santos (3 a 7/12). Os participantes aprenderão a se conectar com o ritmo da percussão, associado à independência de cada parte do corpo e sua relação com o Orixá. As inscrições serão recebidas até o dia 29 de novembro e comporta no máximo 20 participantes (mais informações na programação abaixo).

Dentro do recorte da mostra, as ações de literatura colocam as narrativas orais em foco, dando a palavra aos grandes mestres e à poesia. É o caso de Encontro de Partilhas: Histórias, Livros e Jogos (3/12 a 28/02), focados nas culturas indígenas, africanas e afro-brasileiras e voltados para o público infantil. Acontece também a intervenção O Cochicho da Iracema (4, 10 e 18/12), baseada nas poesias de Mia Couto.

A contação de história Quizumba (4 e 11/12) mistura roda de capoeira, teatro e, com uma narrativa única, mostra a infância de Zumbi dos Palmares intercalada com a de um menino que aprende a se defender ea enfrentar o mundo.

A programação da mostra Motumbá ocupa diversos espaços abertos e fechados do Sesc Belenzinho e segue até março de 2017. Confira os detalhes de cada atração do mês aqui.

  • Sesc Belenzinho - Rua Padre Adelino, 1.000 - Belenzinho, São Paulo
    (11) 2076-9700
    + Ver mapa
  • 03/12/2016 a 01/03/2017
  • Conferir o horário das atividades na programação.
  • Conferir os valores e gratuidade na programação.
  • Conferir a classificação etária na programação.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo