Monólogo retrata as inquietações de Beethoven como artista

Inspirado na vida e obra do compositor Ludwig van Beethoven, espetáculo O Compositor Delirante, solo escrito e interpretado por Daniel Kronenberg, está em cartaz no Espaço Parlapatões

Numa tentativa enlouquecida de organizar sua trajetória, a personagem Beethoven trava discussões políticas, filosóficas e de ordem artística com Mozart, Haydn, Goethe e com o próprio pai, além de outras pessoas imaginárias.

A surdez, a loucura e a necessidade de quebra de paradigmas são as tônicas do espetáculo, costurado pela música do compositor, que permeia toda a encenação, dando cadência e ritmo às argumentações da personagem.

 

(Créditos: Divulgação / Eliane Barzilay)

 

Segundo Daniel Kronenberg, a escolha da música clássica e especialmente a de Beethoven como tema da montagem tem relação com a potência de sua obra e o seu impacto transformador. “O espetáculo estabelece uma relação intensa entre os impulsos desse artista, a exemplo de sua inadequação aos padrões socialmente aceitos, mas é importante frisar que ele foi a inspiração. Suas palavras foram alimento para meu discurso autoral”, comenta o ator.

 

(Créditos: Divulgação / Eliane Barzilay)

 

O espetáculo privilegia o discurso que funde a manifestação artística autoral com a possibilidade de rever condutas e experiências revolucionárias na mudança do pensamento ocidental - o romantismo.

O Compositor Delirante mostra que o caráter revolucionário e transgressor do artista permeia um universo onde o romantismo predomina à lógica, a razão perde terreno para a intuição. 

  • Espaço Parlapatões - Praça Franklin Roosevelt, 158 - Consolação, São Paulo
    (11) 3258-4449
    + Ver mapa
  • 10/01/2018 a 28/03/2018
  • Até 15 de fevereiro: Quarta e quinta 21h. A partir de 21 de fevereiro: Quarta 21h.
  • Inteira R$ 40. Meia R$ 20.
  • Classificação: 12 anos.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo