MASP apresenta a maior exposição brasileira de Toulouse-Lautrec

Moulin de la Galette (1889)

 

Não são todos os dias que nós temos a oportunidade de conhecer de perto as obras de Henri de Toulouse-Lautrec (1864-1901), um dos maiores artistas do final do século 19. Mas até outubro, a exposição Toulouse-Lautrec em vermelho irá apresentar algumas obras que vem como empréstimo de museus como Musée d’Orsay, Tate e Victoria & Albert.

+ Com telas de Renoir, exposição retrata o Impressionismo e Brasil

A mostra, a maior do artista francês já realizada no Brasil apresenta algumas das mais célebres cenas do pintor que adorava retratar a vida noturna parisiense, com seus cabarés, cafés e bordéis, e seus personagens: prostitutas, boêmios e dançarinos.

 

 Moulin Rouge (La Goulue)

 

A exposição gira em torna da sexualidade, contando com 75 obras de Toulouse-Lautrec, entre pinturas, cartazes e gravuras. Entre as obras expostas, está uma das mais famosas do artista: Moulin de la Galette (1889), além de Divan Japonais (1892) e Moulin Rouge (La Goulue).

+ Bienal de São Paulo anuncia data de sua próxima edição

o MASP ainda apresenta cerca de documentos da época, entre cartas, bilhetes, telegramas e fotografias do artista e seu círculo de amigos. A coleção, reunida pelo editor Pedro Corrêa do Lago ao longo de mais de 20 anos, cobre todo o arco temporal da vida de Toulouse-Lautrec: desde sua primeira carta, aos 7 anos, onde apenas assina seu nome; à última que escreveu, no verso de uma mensagem de seu amigo Paul Viaud à sua mãe, alguns meses antes de sua morte, em 1901. Algumas correspondências e fotografias são inéditas, nunca tendo sido publicadas ou exibidas. Essa é a primeira vez que a coleção é exposta integralmente.

  • Museu de Arte de São Paulo (MASP) - Avenida Paulista, 1578 - , São Paulo
    (11) 3251-5644
    + Ver mapa
  • 29/06/2017 a 01/10/2017
  • Terça a domingo: 10h às 18h. Quinta-feira: 10h às 20h.
  • R$30,00 (inteira), R$15,00 (meia). Gratuito às terças.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo