Luta das mulheres inspira peça sobre o Parque São Rafael

(Créditos: Toni William Cross)

 

PARQUE SÃO RAFAEL – Labirinto Selvático encerra a trilogia do Grupo Rosas Periféricas sobre o bairro da Zona Leste de São Paulo. Em cartaz na sede da companhia de 2 a 17 de dezembro, as três peças relembraram a história do lugar fundado na década de 1970. A entrada é gratuita.

O texto construído pelo grupo foi pautado em depoimentos de moradores do bairro paulistano, tendo como mote a explosão de um complexo petroquímico na região. A reforma agrária e a história da luta das mulheres brasileiras são temas presentes na trama extraídos de obras de Carlos Marighella, Clarissa Pinkola, Eduardo Galeano, Carolina Maria de Jesus, Luiza Mahin, Dandara, Nise da Silveira e Nísia Floresta.

"Quando perguntamos de onde viemos, tratamos de nos colocar na posição de documentaristas e começamos a buscar vestígios da história, fragmentos daquilo que já fomos. Quando perguntamos para onde vamos, o que se abre a nossa frente é um imenso universo de possibilidades, de criação poderosa, de invenção mentirosa, de gargalhada chorosa que no fundo não tem certeza do próximo minuto que vem a seguir", diz a atriz Gabriela Cerqueira.

 

(Créditos: Toni William Cross)

 

  • Sede Grupo Rosas Periféricas - Rua Martim Lumbria, 241 - Parque São Rafael, São Paulo
    + Ver mapa
  • 02/12/2016 a 17/12/2016
  • Sextas e sábados: 19h.
  • Entrada gratuita.
  • Classificação etária: Livre.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo