"Kiwi" retrata crianças em situação de rua durante as Olimpíadas

Rita Batata e Lucas Lentini dão vida a Kiwi e Lichia (Créditos: Aro Ribeiro)

 

Kiwi é uma história que parece ter sido escrita por um brasileiro. Porém, o responsável pela dramaturgia é o canadense Daniel Danis, autor da montagem inédita no Brasil, que fica em cartaz no Oficina Cultural Oswald de Andrade, de 5 a 20 de dezembo. Ambientado durante as Olímpiadas, o espetáculo trata de uma família que perde sua casa durante as reformas urbanas para a recepção do evento. A entrada é gratuita.

Criticando as condições de vida da infância e da juventude em situação de rua, Kiwi faz referência à reurbanização imposta aos cidadãos de uma cidade para a realização das Olimpíadas. Levando o mesmo nome da peça, uma menina perde sua casa e é obrigada a morar nas ruas. Lá, ela conhece Lichia, seu novo melhor-amigo-namorado-marido, que a ensinará como se virar. 

Com direção de Lucianno Maza, o espetáculo ainda fala de violência, drogas e prostituição, as quais essas pessoas se submetem. "O encantamento com o texto de Daniel Danis foi a forma extremamente poética que ele encontra para falar de assuntos tão fortes envolvendo crianças e jovens, pelos quais somos todos responsáveis", comenta o diretor.

 

(Créditos: Aro Ribeiro)

 

  • Oficina Cultural Oswald de Andrade - Rua Três Rios , 363 - Bom Retiro, São Paulo
    (11) 3222-2662 / (11) 3221-4704
    + Ver mapa
  • 05/12/2016 a 20/12/2016
  • Segundas e terças: 20h. Excepcionalmente dia 12: 18h.
  • Entrada gratuita.
  • Classificação: 14 anos
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo