Superpopulação é tema de ensaio de Julio Bittencourt

As implicações ocasionadas pela superpopulação é o que norteia Plethora, ensaio que o fotógrafo Julio Bittencourt apresenta na Galeria Lume entre 22 de agosto e 7 de outubro.

Avanços no padrão de vida e bem-estar têm assegurado, década após década, a expansão das famílias. Apesar de algumas sociedades registrarem queda nas taxas de natalidade, praticamente todas testemunham o aumento da longevidade, fruto de revoluções farmacêuticas e tecnológicas.

A mostra, que tem curadoria assinada por Paulo Kassab Jr., apresenta ao público dez obras do artista, entre fotografias, composições em metacrilatos e uma projeção de vídeo.

 

(Créditos: Divulgação / Julio Bittencourt)

 

“Através de imagens de temas comuns a grande parte população mundial, o projeto tem como objetivo utilizar o homem como personagem principal nesses cenários de massas e dar uma visão global sobre a questão da superpopulação a partir da abordagem do relacionamento do homem com o ambiente ao seu redor”, afirma Julio Bittencourt.

++ Julio Bittencurt aborda a superpopulação em Plethora

A exposição traz um recorte do projeto, retratando comunidades em centros urbanos em que o fenômeno é particularmente relevante.

São Paulo, Nova York, Tóquio, Mumbai, Pequim e Jacarta são as cidades utilizadas como pano de fundo nas fotografias de Bittencourt, que documenta cenas urbanas superpovoadas, dos presídios brasileiros aos hotéis-cápsulas e metrôs superlotados do Japão.

 

(Créditos: Divulgação / Julio Bittencourt)

 

  • Galeria Lume - Gumercindo Saraiva, 54 - Jardim Europa, São Paulo
    (11) 3168-0351
    + Ver mapa
  • 23/08/2017 a 07/10/2017
  • Segunda a sexta: 10h às 19h. Sábado: 11h às 15h.
  • Entrada gratuita.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo