Grupo de dança questiona as amarras do cotidiano com hip-hop

(Créditos: Divulgação / Kelson Barros)

 

Nos dias 16 e 17 de maio, o Grupo Zumb.boys se apresenta no Teatro Sérgio Cardoso, com entrada gratuita.

O grupo apresenta um trabalho inédito na cena do breaking e hip-hop, expandindo as possibilidades de investigação corporal e corroborando com novas estruturas de pensamento criativo, valorizando a cultura de danças urbanas, fortalecendo a cena e elevando seu patamar de pesquisas nessa modalidade.

O grupo formado exclusivamente por b-boys vem realizando intervenções urbanas, estudos de campo e interagindo com outras linguagens artísticas, com o objetivo de aprimorar o seu trabalho e sua pesquisa. O resultado são espetáculos potentes, sensíveis e que propõe importantes reflexões sobre o comportamento na sociedade contemporânea.

 

(Créditos: Divulgação / Kelson Barros)

 

O que se rouba faz uma análise, através da dança, sobre o desejo de querer ter, a necessidade de pertencer a algum lugar, de ser parte de algo. Os vários tipos de bens materiais e imateriais que podem ser roubados. Ideias, amores, educação, direitos humanos.

O cenário é o de uma prisão imaginária que remete o público às várias prisões imateriais com as quais lidamos no cotidiano: “Você não está preso fisicamente, mas está preso a um modo de existir, que muitas vezes não te permite arriscar e se libertar de amarras abrigadas em demarcações invisíveis”, complementa Márcio Greyk, diretor do grupo.

 

(Créditos: Divulgação / Kelson Barros)

 

“A nossa intenção é expor tudo o que pode ser roubado e não nos ater apenas aos roubos materiais. Roubos imateriais certamente são roubos concretos e de reverberações tão violentas quanto qualquer outro. O rouba das possibilidades é um grande exemplo. Quando a sociedade diz a um indivíduo onde ele precisa chegar, mas não apresenta condições e recursos para que ele possa ir, como uma educação de qualidade, hospitais, segurança pública, cultura pública, ela está roubando o desenvolvimento desse indivíduo", explica Márcio.

 
  • Teatro Sérgio Cardoso - Rua Rui Barbosa, 153 - Bela Vista, São Paulo
    (11) 3288-0136
    + Ver mapa
  • 16/05/2017 a 17/05/2017
  • Terça e quarta: 20h.
  • Entrada gratuita.
  • Classificação: 10 anos.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo