"Fim de Partida" fala sobre a solidão e a existência humana

A peça conta com Rubens Caribé, Ricardo Grasson, Miriam Rinaldi e Eric Lenate no elenco (Créditos: Leekyung Kim)

 

Após uma bem sucedida temporada no Sesc Pinheiros, Fim de Partida reestreia na SP Escola de Teatro, trazendo para o palco o texto de Samuel Beckett dirigido por Eric Lenate. A história trata de Hamm, Clov, Nagg e Nell, presos em um abrigo à beira-mar, vivendo em total desconforto. A família encarcerada, sem nada para distraí-la, trava diálogos poéticos sobre a condição humana, a solidão e falta sentido da existência. O espetáculo fica em cartaz de 19 de novembro a 19 de dezembro, com ingressos a R$ 30.

Lenate foi discípulo do consagrado diretor Antunes Filho e conta que tem Charlie Chaplin como inspiração. “Ele sempre atuou e se dirigiu e me espelho nele para levar ao palco algo com qualidade”.

Na trama, Hamm é um artista fracassado, cego e paralítico. Tanto seus pais, Nagg e Nell, quanto o seu serviçal, Clov, também encontram-se mutilados. Vítimas de um apocalipse emocional, os quatro são obrigado a dividir o mesmo espaço, como sardinhas enlatadas. 

"A peça fala sobre conflitos humanos e, enquanto a gente tiver problemas éticos, de valores e comportamentais apresentados nesse texto, Beckett será atual. Ele constrói seu texto com uma arquitetura linguística tão fantástica, que essa estrutura não envelhece jamais", explica Eric.

 

L. P. Daniel é responsável pela trilha musical criada e executada ao vivo (Créditos: Leekyung Kim)

 

  • SP Escola de Teatro - Centro de Formação das Artes do Palco (Sede Roosevelt) - Praça Roosevelt, 210 - Consolação, São Paulo
    (11) 3775-8600
    + Ver mapa
  • 19/11/2016 a 19/12/2016
  • Sábados e segundas: 21h30. Domingos: 19h.
  • R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia).
  • Classificação: 14 anos.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo