Agressividade é tema de exposição que reúne mulheres artistas

A Casa da Luz abriu no dia 15 de março a exposição "Feras", que fica em exibição até o dia 10 de abril. 

A mostra reuni seis mulheres artistas que têm a agressividade como tema e se utilizam de  suportes variados como instalações, desenhos, colagens e poesia. 

Créditos (Divulgação: Julia Vaz)
Créditos (Divulgação: Julia Vaz)

 

Fazem parte da coletiva as artistas Cris Varkulja, Jess Torres, Julia Vaz, Ligia Guimarães, Maitê Bueno e Tatti Vaz. Abaixo o poema-release  escrito por elas:

 

"Somos bichos de intenção cativa. Involuntariamente doces, doces. 

A feminilidade deve ser passiva.

Somo selvagens perdidas. Mulheres perdidas, plácidas. Mulheres alteradas. A beira de um ataque de nervos. De nervos.

Sem saber manejar a energia. 

Energia ferina que explode no peito. No peito, na cara vermelha.

Energia ferina, ferina pra quem?

A mulher moderna não lida com agressividade. 

A mulher moderna, animal doméstico, domado, dama, rejeita a agressividade pelo bem. Pelo bem de quem?

Feras escondidas por baixo da derme. 

Feras sedadas. 

Feras acuadas. Feras amansadas. Feras apontadas como feras. Feras autoproclamadas. Feras perseguidas. 

Mas sempre, Feras,

Manipulam a agressividade nesta exposição."

  

  • Casa da Luz - Rua Mauá, 512 - Santa Cecília, São Paulo
    (11) 3326-7274
    + Ver mapa
  • 15/03/2018 a 10/04/2018
  • Terça a quinta: 14h às 22h
  • Gratuito
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo