Feira no Parque do Ibirapuera comemora Dia do Refugiado

Museu de Arte Moderna de São Paulo, em parceria com o Instituto de Integração do Refugiado - ADUS, promove dois bate-papos em comemoração ao Dia Mundial do Refugiado, celebrado no dia 20 de junho.

 

 

A primeira roda de conversa Fronteiras e Culturas acontece no dia 20 de junho, às 19h30, no auditório do museu, com participação de André Naddeo, jornalista e voluntário que atua na crise dos refugiados na Grécia; do togolês Cedric Mataawè Binoa, formado em Sociologia da Educação e em Línguas Estrangeiras; e Marcelo Haydu, diretor do ADUS.

Com mediação do artista visual Lourival Cuquinha, o evento ainda tem apresentação da banda Os Escolhidos, composta por integrantes da República Democrática do Congo e da Angola.

 

Série de Lourival Cuquinha sobre imigrantes (Créditos: Reprodução / Lourival Cuquinha)

 

O segundo encontro acontece no dia 24 de junho, das 12h às 17h30, na marquise, área externa do museu. A Feira étnica de Refugiados, além do bate-papo Relatos e histórias, com Anas Obaid, jornalista sírio, que trabalha no Brasil como perfumista e vendedor de artesanatos árabe, e Shakiru Olawale Kareem, nigeriano, que estudou marketing e trabalha no Brasil como professor de inglês.

 

Comidas típicas de diferentes países fazem parte da Feira Étnica de Refugiados (Créditos: Reprodução / Facebook)

 

A data, instituída pela ONU em 2001, é uma forma de lembrar a todos da existência de milhões de pessoas ao redor do mundo que foram obrigadas a abandonar suas casas e muitas vezes seus países, em situações de guerra, perseguições e violência.

  • Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-São Paulo) - Av. Pedro Alvares Cabral, s/n° - Moema, São Paulo
    (11) 5085-1300
    + Ver mapa
  • 20/06/2017 a 24/06/2017
  • Terça: 19h30. Sábado: 12h às 17h30.
  • Entrada gratuita.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo