Espetáculo fala sobre a história do bairro de Perus

No dia 13 de julho às 20h, o Grupo Pandora de Teatro estreia o espetáculo COMUM na Ocupação Artística Canhoba – Cine Teatro Pandora, atual sede do grupo que fica no Bairro de Perus, extremo da Zona Norte de São Paulo.

COMUM tem como eixo norteador o período ditatorial brasileiro e a descoberta da vala clandestina do Cemitério Dom Bosco em 1990, local que fica a cerca de 2 quilômetros de Canhoba.

Trata-se de uma vala comum com mais de mil ossadas, onde foram identificados desaparecidos políticos e cidadãos mortos pela violência da ditadura militar.

 

(Crédito: Divulgação/ Fabia Pierangeli)

 

A revelação da existência de uma vala clandestina dentro de um cemitério oficial desencadeou um processo de busca da verdade sem precedentes no país.

A vala comum do Cemitério Dom Bosco foi apresentada ao mundo como um dos muitos crimes cometidos pelo regime surgido com o golpe de estado de 1964, e trouxe a crueldade da ditadura militar à tona no começo dos anos 1990.

Até ali o desaparecimento de pessoas, os falsos tiroteios e atropelamentos, as marcas de tortura e dores da perda, pertenciam apenas ao universo dos familiares, sobreviventes e amigos.

 

(Crédito: Divulgação/ Fabia Pierangeli)

 

O espaço, que atualmente é gerido pelo Grupo Pandora de Teatro, foi construído em 2010 pela Prefeitura de São Paulo para abrigar um Ponto de Leitura da cidade.

Porém a obra foi paralisada e o espaço nunca chegou a cumprir função social. Abandonado e degradado, acabou virando ponto de encontro de usuários de drogas, trazendo medo e incomodo para a população local.

Em fevereiro de 2016, com a colaboração dos moradores locais e com a ajuda de diversos coletivos, o Grupo Pandora realizou a revitalização do espaço e o transformou em um polo cultural que recebeu o nome de Ocupação Artística Canhoba – Cine Teatro Pandora.

 

  • Ocupação Artística Canhoba - Cine Teatro Pandora - Rua Canhoba, 299 - , São Paulo
    + Ver mapa
  • 13/07/2018 a 04/08/2018
  • Sextas: 20h. Sábado: 19h.
  • Contribuição voluntária.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo