Duchamp e outros artistas são referências em oficina dadaísta

 

De 8 de março a 26 de abril, Renan Tenca orientará uma série de estudos a respeito dos cabarés literários, como o dadaísta Cabaret Voltaire. A oficina não parte da ideia de cabaré como um espetáculo com números e sketches, mas sim des suas relações entre entretenimento e provocação, produto e resíduo, humor e violência. O curso ocorrerá no Galpão do Eco Teatral, na Luz, com mensalidades de R$ 200.

Ação Dádá faz parte do projeto KBR, assim como o espetáculo também dirigido por Tenca, Cabaré Garcia. Na produção, o força do discurso, no caso violento e conservador, era o destaque. A oficina pretende trazer a ideia de cabaré enquando procedimento, linguagem, impulso, ambiente, tempo, jogo e lógica.

Obras de Marcel Duchamp, Tristan Tzara, Richard Huelsenbeck, Kurt Schwitters, Hannah Höch, Jean Arp e John Heartfield servirão como base da transposição dos fundamentos de (des)construção dádá em ações realizadas em sala e na cidade. Serão oito encontros durante os dois meses de curso e as inscrições se dão até 5 de março. Para participar, envie um e-mail com currículo e carta de interesse para oficinakbr@gmail.com.

 

  •  (Crédito: Mario Celso Ramiro)
    (Crédito: Mario Celso Ramiro)
  •  (Crédito: Felipe Antunes)
    (Crédito: Felipe Antunes)
  •  (Crédito: Ronaldo Dimer)
    (Crédito: Ronaldo Dimer)
    • Galpão do ECO Teatral - Rua São Lázaro, 233 A - Luz, São Paulo
      + Ver mapa
    • 08/03/2017 a 26/04/2017
    • Quartas: 10h às 13h.
    • Mensalidade: R$ 200.
    • Inscrições até 5/3.
    Comentários
    Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo