De Olho no Duto promove ações nas comunidades

No mês de maio, os artistas circenses do projeto De Olho do Duto - representados em São Paulo pela Circo do Asfalto e Pequena Trupe de Circo – irão visitar comunidades da Vila Heliópolis, Zona Leste e Zona Oeste de São Paulo, Guarulhos e São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

Crédito:(Divulgação/Noel Filho)

O projeto é desenvolvido por meio de uma parceria entre a Transpetro e o Instituto Cultural Escola Livre de Palhaços – ESLIPA e propõe um dia inteiro com arte de graça para as comunidades, promovendo um grande encontro do palhaço com o indivíduo comum, alegrando moradores e envolvendo o público de todas as idades.

Os artistas buscam sensibilizar as pessoas para a realização de ações que melhorem suas condições de vida.

Promovendo o acesso à cultura e detectando possíveis agentes culturais que possam multiplicar essas ações, o projeto propõe o fortalecimento dos vínculos entre a comunidade, e também com os próprios artistas, que realizarão várias visitas às mesmas comunidades durante o período de dois anos.

Crédito:(Divulgação/Ricardo Avellar)

De Olho no Duto percorrerá quatro estados brasileiros: Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo e que tem como foco principal oferecer aos moradores das populações vizinhas às instalações dos dutos da TRANSPETRO, uma série de atividades culturais.

A Circo do Asfalto e a Pequena Trupe de Circo foram convidadas por terem em sua formação ex-integrantes da ESLIPA (uma das mais importantes escolas de palhaço do Brasil em atividade).

Crédito:(Divulgação/Ricardo Avellar)

Segundo Lilian Moraes e Richard Riguetti, responsáveis pelo Instituto ESLIPA: “O projeto visa a promoção dos direitos humanos e da cidadania, a inclusão social, o respeito a diversidade humana e cultural das comunidades impactadas pela TRANSPETRO.

Todas as atividades do projeto serão realizadas em espaços públicos abertos, com o compromisso de promover o diálogo permanente entre os artistas e a comunidade, para identificar, potencializar e valorizar as iniciativas artísticas e culturais de cada região”.

Segundo a Transpetro, "o projeto tem premissas básicas de transformação social, calcadas na formação cidadã, no engajamento das comunidades, na atuação forte da divulgação dos canais de comunicação e ações e informações preventivas, além do desenvolvimento do senso de pertencimento local.

Crédito:(Divulgação/Ricardo Avellar)

Apresentações da Circo do Asfalto

//04 de maio (7h00 às 12h00) – Parque Savoy City – Zona Leste - São Paulo

//05 de maio (10h00 às 17h00) – Jardim Jaqueline – Zona Oeste - São Paulo

//06 de maio (10h00 às 17h00) – Jardim São Francisco - Guarulhos

//12 de maio (10h00 às 17h00) – Parque Jardim Kátia - Tijuco Preto - Guarulhos

//19 de maio (10h00 às 17h00) – Jardim Nossa Senhora do Carmo – Zona Leste - São Paulo

 

Apresentações da Pequena Trupe de Circo

//05 de maio (14h00 às 18h00) - Vila Heliópolis - São Paulo

//06 de maio (14h00 às 18h00) – Jardim Santo André – São Mateus - Zona Leste - São Paulo

//18 de maio (14h00 às 18h00) - Vila São Pedro - São Bernardo do Campo - SP

//19 de  maio  (14h00 às 18h00) - Teotônio Vilela – Sapopemba – Zona Leste - São Paulo

//26 de maio (14h00 às 18h00) - Jardim São Roberto / Altos de Vila Prudente –Sapopemba – Zona Leste - São Paulo

 

 

Para saber mais detalhes sobre a programação do projeto “De olho no Duto” acesse aqui, aqui e aqui.

  • 1500 Babilônia - Rua Marquês de Abrantes , 19 - Leme, Rio de Janeiro
    (21) 9818-3980
    + Ver mapa
  • 04/05/2018 a 26/05/2018
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo