Comédia com Mateus Solano satiriza o fenômeno das selfies

(Créditos: Vitor Zorzal)

 

Qualquer pessoa conectada com a internet sabe o que é uma selfie. Derivada do termo self-portrait, que significa autorretrato em inglês, foi eleita a palavra do ano de 2013, segundo o blog da Universidade de Oxford. O fenômeno das imagens clicadas normalmente com celulares foi fonte de inspiração da nova comédia em cartaz no Teatro Renaissance, dirigida por Marcus Caruso. Selfie traz Mateus Solano e Miguel Thiré no elenco e fica em cartaz de 2 de setembro a 18 de dezembro, com ingressos a R$ 80.

(Créditos: Vitor Zorzal)

Após dois anos em temporada no Rio, a peça escrita por Daniela Ocampo com a história de Claudio, um usuário assíduo da internet, com toda a sua vida compartilhada em redes sociais. O internauta trabalha no projeto de um sistema de armazenamento de dados até o dia em que derruba um copo de café em seu equipamento, perdendo tudo o que já havia criado.

Sem passado, afinal suas memórias estavam "preservadas" na nuvem, o sujeito inicia uma busca às lembranças perdidas, reencontrando personagens marcantes de sua vida e capazes de reconstituir sua história. O espetáculo idealizado por Carlos Grun explora a febre da autoexposição e a necessidade de estar on line o tempo todo, como se os usuários tivessem o dever de viver assim. Seguindo essa ideia, Sol Azulay projetou macacões básicos e azuis que aludem às vestes de um operário. 

 

(Crédito: Vitor Zorzal)

 

  • Teatro Renaissance - Al Santos, 2.233 - Cerqueira César, São Paulo
    (11) 3188-4151
    + Ver mapa
  • 02/09/2016 a 18/12/2016
  • Sexta: 21:30. Sábado: 20h30. Domingo: 18h30.
  • R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia).
  • Classificação: 14 anos.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo