Com telas de Renoir, exposição retrata o Impressionismo e Brasil

"Natureza Morta com limões e xícara" de Pierre-Auguste Renoir  (Créditos: Romulo Fialdini)

 

 

O Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) inaugura em maio a exposição “O impressionismo e o Brasil”, com obras de artistas consagrados como Renoir e Castagneto.

+ Obra de Nelson Leirner questiona apropriação de imagem

A mostra narra a trajetória do movimento impressionista no Brasil em 70 pinturas.  Quem visitar a exposição irá ver uma linha do tempo que explica o curso do impressionismo no mundo e no Brasil. No nosso país, ele se dá a partir da chegada das tinturas industriais, aumentando significativamente o número de lojas de tinta e materiais para artistas no Rio de Janeiro entre 1844 a 1889.

 

"Barco" de Giovanni Battista Castagneto (Créditos: Jaime Acioli)

 

"Retrato de Coco" de Pierre Auguste Renoir (Créditos: João Musa)

 

O grande destaque da exposição são as oito telas de Pierre-Auguste Renoir, um dos precursores do impressionismo na França. A exposição se completa com obras de outros dez artistas brasileiros e estrangeiros residentes no país, como com Parreiras, Castagneto, Grimm, os irmãos Arthur e João Timotheo da Costa e Viscont. 

+ José Zaragoza, publicitário e artista, morre aos 86 anos em SP

Objetos utilizados por Antonio Parreiras para pintura ao ar livre, como bisnagas de tintas, pincéis e equipamento portátil também serão exibidas no MAM.

  • Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-São Paulo) - Av. Pedro Alvares Cabral, s/n° - Moema, São Paulo
    (11) 5085-1300
    + Ver mapa
  • 16/05/2017 a 27/08/2017
  • Terça a domingo: 10h às 17h30.
  • R$ 6,00 (inteira), R$ 3,00 (meia). Grátis ao sábado.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo