"Cinderela" aborda a diversidade com princesa negra e hip hop

(Créditos: Renato Rebizzi)

 

O Grupo Gattu resolveu contar a história de Cinderela de um jeito diferente. O conto escrito pelo francês Charles Perrault em 1697 chega ao Teatro do Sol com uma protagonista negra, além de uma trilha sonora inusitada, com hip hop e rap. “Nossa intenção com esta montagem é mostrar a importância da convivência com as diferenças e a diversidade humana, sempre de forma leve e bem humorada”,  comenta Eloísa Vitz, responsável pela adaptação e a direção. O espetáculo fica em cartaz de 3 de setembro a 27 de novembro, com entrada gratuita

(Créditos: Renato Rebizzi)

O clássico conto de fada traz como protagonista Cinderela, uma menina ocupada com os afazeres domésticos impostos por sua madrasta e obrigada a conviver com suas irmãs mimadas. Além de príncipe, Eugênio é um jovem cientista amante de aventuras pela floresta e anfitrião do Baile Bom, o qual a garota foi proibida de ir. Porém ela terá a ajuda de Bento, seu grande parceiro, e das fadas madrinhas Herminda e Florinda para chegar a festa e conhecer o possível amor de sua vida. 

“Trouxemos também para esta montagem elementos da cultura brasileira. A casa da nossa princesa fica na floresta e seu melhor amigo é um macaco que ama rap e hip hop”, destaca Eloísa. Miriam Jardim, Laura Vidotto, Daniel Gonzales, Mariana Fidelis, Lilian Peres, Rodrigo Vicenzo e Jailton Nunes integram o elenco.

(Créditos: Renato Rebizzi)

 

  • Teatro do Sol - Rua Damiana da Cunha, 413 - Santana, São Paulo
    1137912023398
    + Ver mapa
  • 03/09/2016 a 27/11/2016
  • Sábado e domingo: 16h.
  • Entrada gratuita. Ingressos distribuídos uma hora antes de cada apresentação.
  • Classificação: Livre
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo