Catharina Suleiman fala sobre liberdade em sua 1ª individual

Uma das obras de Catharina Suleiman (Créditos: Divulgação)

 

A artista Catharina Suleiman utiliza asas como metáfora para libertação da alma em um conjunto de trabalhos inéditos, exibidos a partir de 9 de dezembro, na apArt Private Gallery.

A exposição de Catharina, primeira individual da artista, conta com curadoria de Thais Marin. Mais de 30 trabalhos são exibidos. As obras foram exibidas com técnica mista, fotografia, stencil, aquarela, bordado, gravura, poesia e escultura.

 

(Créditos: Divulgação)

 

Na visão da artista, a asas são a ponte entre o céu e a terra, a libertação da alma, a proximidade com Deus. “Não consigo precisar o momento ou motivo que me levaram a 'ilustrar' as primeiras asas. Gosto de pensar, sem querer ser pretensiosa, que eu também conquistei as minhas asas.”

“Se o arquétipo de Deus é alado e humanos são criados à sua imagem e semelhança, só posso concluir que alçar voo sempre tenha sido um desejo latente. A liberdade sempre é.”, comenta Catharina. 

A exposição de Catarina, intitulada Asas, fica em cartaz até 3 de fevereiro. A entrada é gratuita. As visitas devem ser agendadas em: www.apartprivategallery.com ou pelo e-mail ap.art@hotmail.com.

 

(Créditos: Divulgação)

 

  • apArt Gallery - Rua José Maria Lisboa, 463 - Jardim Paulista, São Paulo
    (11) 3285-3351
    + Ver mapa
  • 09/12/2016 a 03/01/2017
  • Visitas agendadas.
  • Entrada gratuita.
  • Classificação etária: livre.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo