Adaptação radical de "Hamlet" reconstrói clássico shakespeariano

(Créditos: Ismael Monticelli)

 

Três níveis narrativos: o texto original, a análise teórica sobre a obra e a subjetividade do ator na interpretação do protagonista. Assim se construiu a dramaturgia de Hamlet - Processo de Revelação, espetáculo do Coletivo Irmãos Guimarães em cartaz no Sesc Ipiranga, de 3 a 26 de março.

Com apenas Emanuel Aragão em cena, a produção propõe uma relação direta e aberta com o público, procurando quebrar a barreira ator x plateia. O espetáculo se baseia numa conversa, na qual o espectador tem liberdade para intervir e comentar, proporcionando narrativas únicas a cada espetáculo. 

Aragão também assina a dramaturgia da peça, o que gera um trabalho complexo, em que a metalinguagem também assume o protagonismo. Na tragédia de William Shakespeare, Hamlet, o príncipe da Dinamarca, tenta vingar o assassinato de seu pai. Ao tomar o trono do reino, o protagonista se perde numa avalanche de sentimentos, transitando entre a loucura real e a fingida. 

 

(Créditos: Ismael Monticelli)

 

  • Sesc Ipiranga - Rua Bom Pastor, 822 - Ipiranga , São Paulo
    (11) 3340-2000
    + Ver mapa
  • 03/03/2017 a 26/03/2017
  • Sextas e sábados: 21h. Domingos: 18h.
  • R$ 30 (inteira), R$ 15 (meia) e R$ 9 (credencial plena do Sesc)
  • Classificação: 14 anos.
Veja mais
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo