A[R]MAR: Da Literatura ao Teatro

 

 

Cena do espetáculo A[R]MAR (Créditos: Vitor Vieira)

 

É possível ter o controle no jogo da vida? Está no outro aquilo que me falta? É possível nascer uma paixão em um minuto? Como armar estratégias para chegar até o outro?

Essas e outras questões norteiam A[R]MAR, o novo trabalho da Suacompanhia, livremente inspirado no conto “Manuscrito Achado Num Bolso”, do escritor argentino Julio Cortázar (1914-1984). Com dramaturgia e direção de Paulo Azevedo, a peça tem nova temporada no Teatro Municipal Cacilda Becker, entre 5 e 21 de outubro.

 

A[R]MAR (Créditos: Vitor Vieira)

 

A montagem explora a mesma situação do conto de Cortázar: um homem cria regras para um jogo nas estações de metrô na tentativa de encontrar a mulher de sua vida. Ao encontrá-la e perceber o risco da reciprocidade no afeto, ele expõe sua estratégia de aproximação e recua diante do amor, voltando ao início do jogo.

A encenação extrapola a discussão sobre gênero e foca nas tentativas do ser humano de se colocar em diálogo e afeto com o outro. Os planos distintos – pensar, falar e agir – aprofundam esses dois personagens, revelando seus julgamentos, preconceitos e desejos mais íntimos, quando tornam concretas as situações imaginárias, como frestas da realidade. Esses acontecimentos ilusórios tornam a complexidade da mítica romântica amorosa uma tragédia reconhecível e bem-humorada.

  • Teatro Cacilda Becker - Rua Tito, 295 - Lapa, São Paulo
    (11) 3864-4513
    + Ver mapa
  • 05/10/2018 a 21/10/2018
  • Sextas e Sábados, às 21h. Domingos, às 19h.
  • R$30 (inteira) R$15 (meia).
  • Classificação: 14 anos.
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo