A Força do Violão e o Mistério da Voz

 

Pedro Iaco e Giovanni Iasi (Créditos: Divulgação)

Pedro Iaco e Giovanni Iasi lançam projeto autoral Rio Escuro em show intimista no Sesc Vila Mariana dia 13 de setembro.  Eles são jovens cantores, violonistas e compositores, cujas águas cruzam o universo brasileiro contemporâneo transformando mar em música. Iasi Iaco se conheceram em 2014, em encontro com Chico Saraiva acerca do diálogo entre o violão e a canção no Brasil atual. As composições emergem da singularidade de cada um, juntando a força do violão brasileiro com o mistério da voz além da palavra: um violão que canta, uma voz que é instrumento musical.

 

Rio Escuro, disco de estreia, foi inspirado no rio homônimo de Ubatuba onde Iaco, autor da canção, pescava com o pai na infância. O álbum apresenta faixas autorais do baião à seresta, do acalanto ao blues, valsa aos ares da música de concerto. Os artistas ganham terra num álbum totalmente autoral, que tem a produção assinada por Emiliano Castro e participações especiais de André MehmariEdu RibeiroTiganá SantanaFi Maróstica e Douglas Alonso.

O show oferece uma experiência que desperta o imaginário do público com canções que evocam temas relativos à ancestralidade, mitologia, natureza, tempo, amor e morte. Em meio a uma dança entre cordas e vozes, o palco é preenchido por violão de 6 e 7 cordas, viola caipira, violão requinta e de aço; em um total de 5 instrumentos. A apresentação de lançamento convida a todos para um mergulho no Rio Escuro com a oportunidade de integrar ao vivo todos os músicos presentes no álbum.

Suas referências em comum, bem como seus contrastes, os colocaram na trilha de uma parceria que estabelece novos territórios para a música brasileira contemporânea.

 

 

 

  • Sesc Vila Mariana - Rua Pelotas, 141 - Vila Mariana , São Paulo
    (11) 5080-3000
    + Ver mapa
  • 13/09/2018 a 13/09/2018
  • Quinta, 20h30
  • R$20,00 (inteira), R$10,00 (meia), R$6,00 (conveniados do SESC)
Comentários
Escola Entrópica no Instituto Tomie Ohtake Museu de Arte Moderna de São Paulo